João Pessoa, 21 de agosto de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

COLUNA-MÁRIO TOURINO

Referência e reverência ao Dia da Televisão

Comentários:
publicado em 21/08/2018 às 14h43

No recente 11 de agosto, a APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração) realizou um evento no qual homenageou as emissoras de TV deste estado face a passagem, naquela data, do Dia da Televisão.

As onze emissoras reverenciadas com certificado de reconhecimento de mérito (pelo valioso papel que desempenham em favor do desenvolvimento da sociedade) fizeram-se representar não apenas por profissionais designados para o recebimento dos diplomas correspondentes, mas também por suas respectivas equipes de reportagem escaladas para a “cobertura” do evento.

De nossa parte, na condição de atual presidente da APCA e, naquele evento chamado a conceder entrevistas para dizer do significado da data, ficamos surpresos porquanto várias das emissoras até então não sabiam haver o Dia da Televisão. O 11 de agosto só correspondia, para muita gente da televisão, como Dia do Advogado e Dia do Estudante. E, da parte dos que conduziam as entrevistas e em vista da pergunta quanto ao porquê Santa Clara ser a Padroeira da Televisão, aí a surpresa demonstrava-se maior ao falarmos sobre a história que a respeito é contada:

– Que a jovem italiana, Clara, em 1253, um ano antes de sua morte, encontrava-se acamada e se viu impossibilitada de ir à missa do Natal. Muito orou pedindo que lhe fosse concedida a graça de, mesmo de seu leito, sentir-se como que estivesse na missa. E tudo ouviu… e tudo viu!… Sem dúvida, um milagre!

Por isto, em 1958, com o advento da nova tecnologia (a televisão), o Papa Pio XII proclamou Santa Clara como Padroeira da Televisão. E histórias assim, não só curiosas (ou de milagres) como esclarecedoras,precisam ser ressaltadas, razão pela qual a APCA sentiu-se tão gratificada na realização desse evento.

No entanto, da parte do colega/membro da APCA, José Anchieta Bernardino(ele também atual superintendente do SINTRANS-CG), recebemos cópia de uma lei federal, a de nº 10.255, datada de 09/07/2001, em cujo artigo 1º estabelece: “Fica instituído, em âmbito nacional, o Dia da Televisão, a ser comemorado, anualmente, no dia 18 de setembro”.

Como já aqui referido, mundialmente o Dia da Televisão, com base em ato do Papa Pio XII proclamando Santa Clara como Padroeira da Televisão, ficou sendo o 11 de agosto. Quanto especificamente ao Brasil, face essa lei sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, o Dia da Televisão corresponderia a 19 de setembro. E dizemos “corresponderia” porque, consultando boa parte dos portais que publicam “datas comemorativas” (inclusive o “mundoeducaçao”, o “jogral” e o “calendarr”), em nenhum encontramos referência ao 18 de setembro como Dia da Televisão e tão só como Dia dos Símbolos Nacionais. Neles, porém, consta o 11 de agosto como o Dia da Televisão. Será que essa lei de 2001 está em vigor?! Vamos pesquisar se sim ou se não.

Leia Também