João Pessoa, 12 de agosto de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
APOIO

Proposta na AL combate violência contra jovens

Comentários:
publicado em 12/08/2018 às 10h50
atualizado em 13/08/2018 às 08h44

Dados do Observatório da Criança, publicado pela Fundação Abrinq, mostram que a Paraíba registrou 3,3 mil denuncias ao Disque 100 sobre violência contra crianças e jovens, entre 0 e 19 anos, e 269 mortes nessa faixa etária.

Para combater essa realidade, o deputado estadual Jutay Meneses (PRB) apresentou, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), uma Indicação 543/2018, que sugere ao Governo do Estado a criação de uma política estadual de prevenção à criminalidade.

“A violência afeta, sobretudo, os jovens em situação de vulnerabilidade social, vítimas do processo de urbanização acelerado e desordenado. É preciso que o Governo do Estado adote medidas para combater o aumento da criminalidade na Paraíba, principalmente nessa faixa etária que envolve os jovens”, destacou o deputado.

De acordo com Jutay, as políticas de prevenção social à criminalidade envolvem uma série de estratégias, desenvolvidas de maneira focalizada e geograficamente segmentada, a exemplo de programas sociais voltados para públicos específicos, à recuperação de áreas urbanas degradadas e a participação comunitária na elaboração de projetos sociais de segurança pública.

Conforme os dados da Abrinq, foram abordadas denúncias envolvendo violência física, sexual, psicológica e outros casos. No ranking com outros estados, a Paraíba ocupou a 16ª posição na quantidade de denúncias por violência física, psicológica e negligência; 15ª posição com relação a denúncias por violência sexual; e 14ª posição em outras denúncias.

MaisPB

Leia Também