João Pessoa, 10 de agosto de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
dubai

Mulher é detida após tomar uma taça de vinho em voo

Comentários:
publicado em 10/08/2018 às 17h55

Ellie Holman e sua filha de quatro anos foram detidas por funcionários da imigração depois que seu voo de oito horas aterrissou em Dubai, no dia 13 de julho. Além de estar com o visto vencido, Ellie havia bebido uma taça de vinho durante o voo, e nos Emirados Árabes é proibida a compra e consumo de bebidas alcoólicas sem licença para tal.

Quando foi informada que seu visto estava vencido e que deveria voltar a Londres imediatamente, a dentista britânica entrou em um impasse com o funcionário da imigração, pois lhe parecia inconcebível encarar outro voo de longa duração com a filha pequena . Neste momento, sua sobriedade foi questionada e ela informou que havia consumido apenas uma taça de vinho, oferecida pela companhia aérea, Emirates Airline, durante o voo. Registradas as evidências, ela logo foi cercada por policiais armados.

Em entrevista ao The Sun, Ellie conta que foi jogada em um centro de detenção no aeroporto, que ela descreve como “quente e com um cheiro horrível”, e que sua filha foi forçada a fazer xixi no chão da cela. Elas tiveram seus telefones e passaportes confiscados, antes de serem levadas para uma delegacia de polícia, onde dormiram no chão e não foram alimentadas. Três dias depois, ela foi liberada sob fiança de 30 mil euros, quase 150 mil reais.

Uma amostra do sangue da mãe foi retirada para teste e o nível de álcool era de 0,04%, abaixo do limite permitido pelo Reino Unido, mas o suficiente para mantê-la em Dubai por cerca de 1 ano, até que o caso seja resolvido. Enquanto isso, a pequena Bibi foi autorizada a voltar para casa na companhia do pai, Gary, e já está com seus irmãos, Suri, 9, e Noé, 8.

Crescer

Leia Também