João Pessoa, 18 de julho de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
COBRANÇA

Ricardo não garante vaga a partidos de esquerda

Comentários:
publicado em 18/07/2018 às 13h22
atualizado em 18/07/2018 às 18h30

O governador Ricardo Coutinho (PSB) evitou polemizar, nesta quarta-feira (18), com o grupo de partidos formado pelo PT, PCdoB, PPL, PMN e Rede que divulgaram manifesto no início da semana pela indicação de nome na chapa majoritária de João Azevêdo (PSB).

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, na Rádio Arapuan, o socialista considerou legítima a reivindicação das siglas de esquerda, mas não garantiu espaço para a coalizão na composição que disputará o Governo do Estado.

“Eu acho que não carece resposta do PSB. É uma situação legítima de ofertar de uma grande companheira, que é Gregória Benário, presidente do PCdoB”, destacou o chefe do Executivo estadual.

Leia tambémSiglas se unem e cobram vaga na chapa do PSB

Entretanto, de acordo com Ricardo Coutinho, os integrantes do grupo devem entender que existem tarefas a serem cumpridas pelo agrupamento partidário e a principal delas e vencer as eleições para dá continuidade ao projeto.

Questionado sobre fala do prefeito Luciano Cartaxo (PV) que “quebrou a cara” quem duvidou da permanência da pré-candidatura de Lucélio Cartaxo ao Governo, Ricardo afirmou que tem acertado 50% nas suas conclusões. Ele garantiu que torce para que as pré-candidaturas concorrentes sejam mantidas.

“Eu gostaria que esses candidatos continuassem. Acho que farão um bem a política porque as pessoas teriam a oportunidade de medir, de pesar e comparar. Eu estou até torcendo por isso. Só disse que alguém sairia, como saiu”, destacou.

Roberto Targino – MaisPB

Leia Também