João Pessoa, 04 de julho de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Tailândia

Equipes chegam em caverna com garotos presos

Comentários:
publicado em 04/07/2018 às 15h19

Um grupo de dez soldados liderados por um médico militar acompanha os 12 adolescentes e o treinador que estão presos em uma caverna parcialmente inundada, no norte da Tailândia, informaram nesta quarta-feira (4) as fontes oficiais.

Ruetaiwan Patisen, porta-voz das equipes de resgate, afirmou que os meninos estão bem, apesar de terem ficado dez dias sem comer, e que os soldados permanecerão com eles até que sejam resgatados da caverna, localizada na província de Chiang Rai.

Assim que recuperarem a força, os jovens começarão a aprender a mergulhar com cilindros de oxigênio para deixar a caverna de onde estão desde o dia 23 de junho.

“Não há pressa”, ressaltou Ruetaiwan, assegurando que os meninos e seu treinador sairão quando estiverem prontos e seja seguro para eles mergulharem ao longo de cavernas estreitas e inundadas até a saída, localizada a cerca de três quilômetros de distância.

Por enquanto, os adolescentes entre 11 e 16 anos e seu treinador de futebol, de 26, estão sendo alimentados com suplementos energéticos e vitaminas e as autoridades acreditam que os trabalhos de resgate podem durar de uma semana a alguns meses.

Segundo Ruetaiwan Patisen, as equipes demoram entre 3 e 4 horas para percorrer os três quilômetros entre entrada e o local onde está o grupo através de passagens inundadas e passagens acima da água.

O grupo foi localizado após vários dias de intensa busca na caverna de dez quilômetros de extensão que está parcialmente inundada. O trabalho foi feito com ajuda do Exército tailandês e especialistas dos Estados Unidos, Japão, China e Austrália, entre outros.

Segundo a versão oficial, os jovens e o técnico entraram na caverna no dia 23 de junho após um treino, e pouco depois começou um temporal que inundou o trecho inicial, o que impediu que eles conseguissem sair.

G1

Leia Também