João Pessoa, 02 de julho de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Japão

Imperador cancela atos públicos por anemia cerebral

Comentários:
publicado em 02/07/2018 às 18h32
Imperador japonês Akihito, em imagem de arquivo (Foto: TOSHIFUMI KITAMURA / AFP)

O imperador japonês Akihito, de 84 anos, cancelou sua agenda nesta segunda-feira (2) por sofrer de anemia cerebral, anunciou o porta-voz do governo.

“Sua Majestade, o imperador Akihito, sentiu-se repentinamente mal, às 4h da manhã (18h de domingo em Brasília), vítima de náuseas, tonturas e uma sudorese excessiva provocados por uma anemia cerebral”, declarou Yoshihide Suga em sua conversa periódica com a imprensa, referindo-se a uma irrigação de sangue insuficiente no cérebro.

Akihito “precisa de descanso”, acrescentou o porta-voz.

Akihito, 125º imperador do Japão, reina desde janeiro de 1989. Deve deixar o cargo em abril do ano que vem, em virtude de uma lei especial que o autoriza a abdicar.

Em agosto de 2016, Akihito fez um pronunciamento pela televisão, no qual compartilhou suas dúvidas em relação à sua capacidade de continuar cumprindo, “de corpo e alma”, as obrigações relacionadas à sua função de “símbolo do povo e da unidade da nação”.

Essa declaração foi então interpretada como um desejo de abdicar a favor de seu primogênito, o príncipe Naruhito, de 58 anos, uma possibilidade que não estava contemplada na legislação sobre a casa imperial.

Por isso, aprovou-se uma lei excepcional que lhe permite abdicar, mas que não se aplicará a seus sucessores.

G1

Leia Também