João Pessoa, 13 de junho de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM MALHAÇÃO

Atriz corta lanches e “maquia” ossos para viver anoréxica

Comentários:
publicado em 13/06/2018 às 09h55

Preocupada em ser magérrima, Pérola (Rayssa Bratillieri) não come há 96 horas em “Malhação: Vidas Brasileiras” nem percebe que tem anorexia, transtorno alimentar que causa perda de peso excessiva. Ela é influenciada por amigas como Bia, interpretada por Arianne Botelho, que volta à Globo após viver a prostituta Aline em “A Lei do Amor” (2016). A atriz conta ter sido procurada por garotas que passam pelo mesmo distúrbio.

“Conversamos muito para entender esse universo e como repercutiria na mídia, porque estávamos lidando com um assunto muito sério. É uma grande responsabilidade falar sobre isso, porque muitas meninas conversaram comigo e com a Rayssa. Foram muitas mensagens. Fiquei surpresa, mas vi em documentários que era muito mais normal do que imaginamos, infelizmente. E não é tão falado. É muito bom abordar agora em ‘Malhação’, para um público jovem, onde mais acontecem essas doenças”, afirma Arianne ao UOL.

Para interpretar Bia, a atriz não precisou emagrecer porque a personagem “quebra” as regras do “no food” estipuladas pela influenciadora digital Ana Cruz (Clarissa Müller). No capítulo da última segunda-feira (11), por exemplo, ela se despediu de Pérola e esperou ficar sozinha para mordiscar uma maçã escondida em sua mochila.

A perda de peso aconteceu por meio da maquiagem. “Como já sou magra, não me exigiram perder peso. O pessoal fez uma maquiagem para destacar mais os ossos, as saboneteiras, olheiras. Eles tiveram esse cuidado para poder mostrar que elas estão emagrecendo e, ao mesmo tempo, se desnutrindo e ficando fracas”, ressalta.

No mesmo capítulo, Bia e Pérola se chocaram ao saber que a influenciadora digital queridinha delas havia sido internada com desnutrição e fraqueza. E a situação vai piorar quando Pérola for encontrada desfalecida no depósito da academia, nesta quarta (13). Para o público, Bia e as amigas magérrimas são vilãs, mas Arianne defende sua personagem.

“Vejo a repercussão da personagem e as pessoas sentem raiva achando que Bia é vilã. Eu tento passar que é uma vilã contra ela própria. Bia acha que está ajudando a Pérola. Infelizmente, em muitos casos tem que acontecer algo grave, como uma quase morte, para a pessoa se ligar que não está bem e precisa de tratamento. Vi um filme na Netflix chamado ‘Mínimo para Viver’ em que a personagem fala que está no controle, mas as pessoas têm ilusão. Anorexia e bulimia são duas doenças muito traiçoeiras”, alerta.

Fim dos lanches

Após “A Lei do Amor”, em que desapareceu e voltou como prostituta, Arianne fez “Segredos de Justiça”, série do “Fantástico”, e “O Outro Lado do Paraíso” como Beth jovem. “Malhação” chegou no momento em que a atriz decidiu mudar os hábitos alimentares por decisão própria. Sem comer lanches há um mês, ela prepara a própria comida e planeja se tornar vegetariana.

“Sou boa de prato, confesso, mas há uns três meses presto mais atenção na minha alimentação. Percebi que meu corpo funciona muito melhor quando como bem do que quando como McDonald’s na correria. Nesse meio tempo, veio essa personagem e olhei mais ainda para isso, e vi o quanto é importante. Curto fazer a minha comida e quero aos poucos ir para o vegetarianismo, mas vai ser difícil largar o peixe”, prevê.

Bol

Leia Também