João Pessoa, 22 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
OPERAÇÃO

Polícia apreende 21 armas de fogo durante o fim de semana na Paraíba

Comentários:
publicado em 05/01/2015 às 09h36

As ações preventivas da Polícia Militar no primeiro fim de semana de 2015 foram marcadas pela apreensão de 21 armas de fogo nas cidades de João Pessoa, Aroeiras, Pedras de Fogo, Brejo do Cruz, Campina Grande, Queimadas, Bayeux, Cabedelo e Baía da Traição.

Os dados são da intranet (rede interna) da corporação e analisam as ocorrências registradas das 19h da última sexta-feira até a madrugada desta segunda-feira (5), período em que 18 pessoas foram flagradas durante as abordagens portando uma e até duas armas, em alguns casos.

A maior parte das apreensões foi realizada na Região Metropolitana de João Pessoa, com 13 armas retiradas de circulação, sendo nove na Capital, três em Bayeux e uma em Cabedelo.

Na madrugada desta segunda-feira, na cidade de Bayeux, policiais da 4ª Companhia Independente interceptaram uma moto, no bairro Mário Andreazza, e prenderam Eduardo da Silva Castro, de 20 anos, com um revólver calibre 38. Os policiais receberam informações de que o suspeito estava procurando uma pessoa com quem tinha uma desavença, para matá-la. O caso foi encaminhado para a 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita.

Ainda durante a madrugada desta segunda-feira, na cidade de Aroeiras, no Agreste paraibano, policiais do 10º Batalhão apreenderam dois revólveres calibre 38 durante abordagem realizada a duas motos. As armas estavam com Valdeci Gomes de Andrade, de 31 anos, e Geraldo Lopes de Souza, 49.

No presídio – Uma das armas apreendidas pela Polícia Militar, neste fim de semana, foi dentro de um dos pavilhões da Penitenciária Flósculo da Nóbrega (o Róger), em João Pessoa. Policiais do Choque realizaram uma revista nos pavilhões da unidade após controlarem tumulto provocado pelos presos e encontraram nas celas um revólver calibre 38, espetos, celulares e instrumentos artesanais para o consumo de drogas.

As ações da Polícia Militar seguem intensificadas, com reforço principalmente nas regiões litorâneas por causa do aumento do fluxo de turistas no Estado.

MaisPB com Secom-PB

Leia Também