João Pessoa, 24 de maio de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SÃO PAULO

Polícia Civil prende falsa médica em Campinas

Comentários:
publicado em 24/05/2018 às 14h25
Thaisa Daher do Prado foi presa em Campinas (SP) por exercício ilegal da profissão (Foto: Reprodução)

Os policiais da Delegação de Investigações Gerais (DIG) de Campinas (SP) prenderam nessa quarta-feira (23), em um bairro nobre da cidade, uma falsa médica apontada suspeita de exercer ilegamente a profissão há pelo menos um ano.

A Polícia Civil chegou a Thaisa Daher do Prado, de 40 anos, após denúncia de uma médica de São José do Rio Preto (SP), que registrou boletim de ocorrência na terça-feira (22) após receber um telefonema de uma enfermeira de Campinas (SP) contando que a suspeita usava o nome e CRM da profissional.

Em seu apartamento, no bairro Cambuí, os policiais civis encontraram dois carimbos com CRM – ambos de médicas que também se chamam Thaisa. Em seu perfil numa rede social, a falsa médica se apresenta como doutora e faz postagens com jaleco e equipamentos médicos.

Thaisa alegou aos policiais que é médica formada na Suíça. Segundo a Polícia Civil, Thaisa, que possui duas passagens por estelionato, prestava assessoria médica em um grupo de Campinas que faz regulagem e liberação de ambulâncias para clientes conveniados.

O delegado Roney de Carvalho Barbosa, da DIG, explicou que Thaisa foi interrogada, indiciada por exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica e liberada, já que não foi presa em flagrante.

 O advogado de Thaisa preferiu não comentar o caso.

G1

Leia Também