João Pessoa, 23 de maio de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
falta de combustível

Frota de ônibus é reduzida em JP e CG

Comentários:
publicado em 23/05/2018 às 11h22
atualizado em 23/05/2018 às 14h03
A- A+

A falta de combustível no estado já afeta também o transporte público. Em João Pessoa, a frota de ônibus terá uma redução de 25% a partir das 12h desta quarta-feira (23). Em Campina Grande, a frota será reduzida pela metade também a partir de hoje.

Na Capital, o número de ônibus circulando será equivalente aos veículos que rodam durante os sábados. De acordo com o Sintur, a redução se manterá até normalização do abastecimento dos combustíveis.  Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) justificou medida, alegando que decisão ‘visa evitar maiores danos ao transporte público’.

Em Campina Grande, o presidente da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos, Félix Neto, explicou que as empresas já comunicaram ao órgão a dificuldade em cumprir com a tabela de horários.

Segundo ele, a empresa Nacional vai rodar com a frota  de sábado, já a empresa Transnacional irá tirar um veículo de circulação das linhas menores, e dois das linhas maiores. Os ônibus da ‘Cabral’ tem combustível até sexta-feira (25).

Félix alerta para a dificuldade de manter o serviço. De acordo com o presidente, caso até sexta os veículos não sejam reabastecidos, vai ser complicado ter transporte durante o fim de semana.

“Apesar da seriedade e grandeza do protesto, há necessidade do abastecimento do transporte coletivo, para que a cidade possa ser atendida”, argumenta.

Veja nota da Sintur:

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) informa que em virtude da mobilização nacional dos motoristas de caminhões existe um comprometimento no abastecimento regular de óleo diesel nos ônibus que circulam na capital. Diante da situação, a partir das 12h de hoje, 23, a frota operante em João Pessoa sofrerá uma redução de até 25%, circulando com o equivalente ao número de ônibus que atendem aos passageiros nos sábados. A decisão é preventiva e visa evitar maiores danos ao transporte público coletivo. A medida, autorizada pela Semob, órgão municipal gestor da atividade, valerá até a normalização do abastecimento dos combustíveis.”

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também