João Pessoa, 17 de Maio de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
programa do porchat

Evandro Santo desabafa sobre período no ‘Pânico’: “Estava me prostituindo”

Comentários:
publicado em 17/05/2018 às 12h51

Evandro Santo foi o convidado desta quarta (16) do Programa do Porchat. Em bate-papo com o apresentador, o humorista surpreendeu os espectadores ao revelar que, após 11 anos no Pânico na Band, sentiu que estava se “prostituindo para conseguir atenção”.

Fábio Porchat relembrou o episódio protagonizado por Evandro no programa humorístico, onde a produção promoveu o reencontro entre o comediante e sua mãe. “Aquilo ali já saiu de humor e virou sensacionalismo ou não, o Pânico era aberto para tudo?“, questionou o apresentador. “Tinha uma matéria do Dia das Mães. E eu falei assim na época: ‘Gente, eu não me dou bem com a minha mãe. Então bola uma mãe aí para mim’. Só que aí no dia da gravação eu recebo uma ligação de um amigo meu de Uberaba. ‘Evandro, sua mãe tá em São Paulo’. Aí eu mandei uma mensagem para a produção“, explicou Evandro.

“‘Vocês estão fazendo alguma coisa com a minha mãe para reencontro? Se vocês fizerem, eu não vou fazer. Se eu tiver que fazer alguma coisa com a minha mãe vai ser fora das câmeras. Eu não vou fazer isso’. E realmente era minha mãe. E aí eles falaram para a minha mãe que eu estava muito ansioso em revê-la. Até estava, mas não naquela situação. Aí eu não fui na gravação“, contou Evandro. A mãe do humorista voltou para Uberaba, triste. Após o climão, o humorista notou que suas matérias não estavam sendo exibidas no Pânico na Band: “Eu tô na geladeira porque eu fiz o rebelde. Aí quando eu chegou em agosto eu pensei assim ‘eu preciso voltar’. Aí eu dei a ideia. ‘Olha, eu nunca vi meu pai, e se a gente fosse atrás do meu pai?’“.

Evandro, então, disse que nunca assistiu à matéria: “É uma coisa que eu sei que deu um grande pico, mas que eu nunca assisti porque foi uma das vezes que eu senti que eu estava mais me prostituindo para ter atenção. Então foi muito difícil para fazer“, desabafou o comediante. Ele relembrou três produções que fez para o Pânico que foram “horríveis”: “Isso, a bermuda de baratas e o bungee jump de peixe“.

Veja São Paulo

Leia Também