João Pessoa, 15 de Maio de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
roubo de energia

Cinco são presos por ‘gatos’ de Energia

Comentários:
publicado em 15/05/2018 às 18h02
atualizado em 15/05/2018 às 18h43

As ações para combater os famosos ‘gatos’ são contínuas em toda Paraíba. Nesta terça-feira, 15, a Energisa iniciou uma operação na cidade de Coremas com reforço de 16 equipes, além do apoio da Polícia Civil e do Instituto de Polícia Científica (IPC). O mutirão de fiscalização na região deve durar cerca de 15 dias.

Segundo o gerente do departamento de Combate a Perdas, Felipe Costa, já foram efetuadas cinco prisões na região e o volume desviado representa 39% da energia distribuída na cidade, o que seria suficiente para atender 5.800 unidades consumidoras durante o ano.

O furto de energia causa grandes prejuízos, não só para a distribuidora, que chega a ter um déficit de, aproximadamente, R$ 71 milhões no seu faturamento anual, mas também para o estado, que deixa de arrecadar R$ 19 milhões em ICMS. Esses recursos poderiam ser destinados a áreas como saúde, segurança e educação. Importante também ressaltar que furto de energia é crime de acordo com o Código Penal, Art. 155, e o responsável pode ser condenado a até 8 anos de cadeia.

O cliente regular acaba pagando a conta resultante da prática de furto, já que parte do valor desviado é acrescido ao valor da tarifa, além de impactar a qualidade do fornecimento de energia em sua residência e de trazer riscos à sua segurança. O cliente pode e deve denunciar pelos nossos canais de atendimento.

MaisPB

Leia Também