João Pessoa, 18 de abril de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
João Pessoa

Hospital conta com sala para parto natural

Comentários:
publicado em 18/04/2018 às 16h26
atualizado em 18/04/2018 às 18h51

O parto é um momento sublime, quando os pais finalmente conhecem o rosto do bebê e podem sentir sua pele e seu cheiro. Mas, como decidir que tipo de parto deve ser feito? Natural ou cesariano?

A decisão pelo tipo de parto que a gestante e o bebê vão passar deve ser baseada no desejo da mãe, juntamente com a indicação médica, que vê as condições e a segurança no procedimento.

Caso opte pelo parto natural, o Hospital Alberto Urquiza Wanderley, unidade própria da Unimed João Pessoa, oferece uma sala apropriada e equipada para esse tipo de procedimento que, aliada a uma equipe altamente capacitada, vai tornar mais tranquila e segura a hora da chegada do bebê. O Alberto Urquiza é o único hospital da Paraíba com esse tipo de estrutura.

Por outro lado, se o desejo e a indicação forem pelo parto cesariano, o Alberto Urquiza Wanderley, também oferece às pacientes toda a estrutura necessária para uma cirurgia segura, atendendo mulheres com gestação tranquila ou de alto risco.

ESTRUTURA

A paciente que decidir pelo parto natural contará, no Hospital Alberto Urquiza, com uma sala específica para isso, com cama apropriada, bola, banqueta, barras, cavalete, entre outros equipamentos. O ambiente tem uma estrutura humanizada, onde a mulher pode escolher a posição que achar mais confortável e escutar uma música relaxante.

A sala fica dentro do Centro Obstétrico, que tem toda a estrutura, caso a mulher ou o bebê tenham algum problema na hora do nascimento. Logo ao lado, em questão de segundos, a mulher poderá ter acesso a todos os equipamentos que seriam necessários durante uma cesariana, por exemplo.

Para os partos realizados através de cirurgia cesariana, a sala de parto dispõe de uma estrutura com equipamentos como carro de anestesia, berço aquecido, monitorização completa. Esse parto deve ser indicado na inviabilidade de um parto natural. No entanto, é primordial respeitar a decisão da mãe, para que ela esteja bem fisica e psicologicamente.

Toda a equipe é qualificada e preparado para atender qualquer eventualidade durante o procedimento. Os enfermeiros, por exemplo, são especialistas em obstetrícia.

DIFERENCIAIS

O hospital dispõe ainda de uma estrutura comum aos dois tipos de parto. É que a maternidade do Alberto Urquiza é a única particular no Estado que tem uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para a mãe. Além disso, a unidade dispõe ainda de uma UTI Neonatal e uma Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (Ucin), quando a criança precisa de uma atenção especial, mas não necessita de uma UTI.

A maternidade é a única que tem dois obstetras e um neonatologista de plantão e anestesista 24 horas por dia.

HUMANIZAÇÃO

Para ambos os tipos de parto, há o incentivo ao aleitamento materno e ao alojamento conjunto. Durante o parto e também depois, o pai pode ficar com mãe e o filho, acompanhando a família. Ainda na sala de parto, pouco tempo depois da criança nascer, ela é colocada para mamar e sentir a pele da mãe.

Depois, o trinômio (mãe, recém-nascido e pai – ou um familiar que acompanhe) fica em observação junto e posteriormente é encaminhado para a acomodação. Em todo o tempo, a família não se separa, estreitando ainda mais os laços de afeto.

A equipe multiprofissional incentiva e dá dicas e orientações sobre amamentação. Antes da alta médica, a mãe e o pai aprendem ainda a dar banho na criança e a higienizar o umbigo.

MaisPB

Leia Também