João Pessoa, 17 de abril de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
operação madeira sem lei

Esquema criminoso sonegou R$ 3 milhões

Comentários:
publicado em 17/04/2018 às 06h34
atualizado em 17/04/2018 às 13h13

Um homem foi preso no bairro do Geisel, em João Pessoa, na manhã desta terça-feira (17) em uma operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) que visa combater sonegação fiscal através do comércio ilegal de madeiras no estado.  Três mandados de busca e apreensão, além de sequestro de bens também estão sendo cumpridos.

A investigação estima que o esquema movimentou pelo menos R$ 15 milhões. De acordo com as investigações feitas pelo Gaeco, cerca de cinco empresas são vítimas de um sistema de  sonegação. O prejuízo aos cofres públicos pode chegar a R$ 3 milhões, apenas em impostos, sem considerar as multas em razão da prática ilícita.

O esquema criminoso de sonegação vinha ocorrendo desde o ano de 2014 e vitimou pelo menos cinco empresas cujo ramo principal de atividade seria o comércio de madeira em diversas cidades paraibanas.

Participam da operação nesta manhã de terça-feira promotores de Justiça, duas equipes do Gaeco e quatro auditores fiscais da Secretaria de Estado da Receita.

A investigação do ilícito criminal durou pelo menos um ano e meio. Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Mari.

Os envolvidos praticaram crime contra a ordem tributária, falsidade ideológica e estelionato.

Confira vídeo do cumprimento de mandado:

Veja imagens da operação:

MaisPB

Leia Também