João Pessoa, 13 de Abril de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Orçamento Participativo

Eco Praça e saúde são eleitas prioridades

Comentários:
publicado em 13/04/2018 às 08h46
atualizado em 13/04/2018 às 10h28

A construção da primeira Eco Praça de João Pessoa, iniciativa que contempla projeto e reivindicação dos moradores do Jardim Oceania. Essa foi a prioridade eleita durante a penúltima Audiência Regional do Orçamento Participativo 2018, que foi realizada na noite desta quinta-feira (12) na Escola Municipal Luiz Augusto Crispim, no Bairro dos Ipês.

Políticas públicas e saúde também foram consideradas demandas importantes para os moradores da 1ª e da 11ª Regiões de Participação Popular (RPP), no encontro que contou com diversos secretários da gestão municipal.

Para a população da 1ª RPP, a demanda mais eleita foi política urbana com 63% dos votos. Já obras e ações na área de saúde tiveram 26% da preferência. Na 11ª RPP, a política pública mais votada foi a saúde com 37% dos votos, seguida por política urbana com 28% da preferência da população.

De acordo com o secretário do Orçamento Popular, Francisco José das Chagas, nesta edição do OP, houve um aumento significativo da participação popular, com mais de cinco mil pessoas votando nas demandas, em todas as reuniões até o dia da plenária.

“Esse aumento histórico se deu por dois motivos: um deles é o interesse popular que vem crescendo, porque as pessoas acreditam na gestão, vendo as obras sendo realizadas. E tem a questão da metodologia aplicada pela Prefeitura de João Pessoa, que descentraliza as ações do poder publico por todos os bairros”, afirmou.

Eco Praça – A primeira ‘Eco Praça de João Pessoa’ será construída na Avenida Campos Sales, onde a comunidade desenvolve há um ano o cultivo de hortaliças e plantas medicinais com produção totalmente orgânica. No local também são realizadas atividades didáticas, lúdicas e culturais, todas associadas à ideia de preservação de área verde e sustentabilidade ambiental.

“Fizemos algumas reuniões com a presença de secretários, inclusive um projeto da prefeitura já foi apresentado para a comunidade. Hoje a Eco Praça está sendo anunciada como obra, a partir de uma ideia que nós tivemos, sendo aperfeiçoada e melhorada pela gestão municipal”, disse Jefferson Palmeira, coordenador da Associação dos Moradores e Amigos da Eco Praça.

Para o barbeiro Radamés Otávio, morador de Mandacaru, é fundamental a população se envolver no Orçamento Participativo. Ele participa há vários anos e comemora as melhorias para seu bairro conseguidas através desse instrumento de participação popular. “A gestão tem olhado muito para o nosso bairro e o OP tem sido muito importante em todas as nossas conquistas. Temos sido sempre atendidos pela prefeitura”, afirma. Ainda segundo Radamés, o OP facilita o contato com os secretários e a equipe é muito comprometida em detectar as reais necessidades de cada bairro.

Bairros e comunidades – A 1ª RPP compreende os bairros Aeroclube, Bessa, Jardim Oceania, Manaíra, Jardim Luna, Brisamar, João Agripino e Bairro São José, além das comunidades São Luiz, São Gabriel, São Mateus, Travessa Washington Luís e Chatuba I, II e III.

Já a 11ª RPP é formada pelos bairros Mandacaru, Pedro Gondim, Ipês I e II, Bairro dos Estados e Padre Zé, além das comunidades Boa Esperança, Jardim Ester, Jardim Mangueira, Beira da Linha, São Pedro, Porto João Tota, Beira Molhada e Rua do Cano.