João Pessoa, 06 de abril de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Pré-candidato à Presidência

Alckmin deixa governo de SP e Márcio França assume

Comentários:
publicado em 06/04/2018 às 18h24
Márcio França e Geraldo Alckmin em evento (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)

Pré-candidato do PSDB à Presidência da República, o governador Geraldo Alckmin deixou o cargo de governador do estado de São Paulo na tarde desta sexta-feira (6), em cerimônia na Assembleia Legislativa, na Zona Sul.

Quem assume o posto é Márcio França (PSB), vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Ele ficará no cargo até 31 de dezembro de 2018.

França vai remanejar boa parte dos secretários para acomodar apoiadores de sua candidatura à reeleição ao governo do estado. Os secretários Samuel Moreira, da Casa Civil, Arnaldo Jardim, da Agricultura e Abastecimento, Floriano Pesaro, da Secretaria do Desenvolvimento Social, Fabrício Cobra, do Turismo, e José Luiz Penna, da Cultura, saem, e os secretários-adjuntos assumem temporariamente.

É a segunda vez que Alckmin deixa o governo do estado para concorrer às eleições presidenciais. Em 2006 ele passou o bastão para o então vice, Claudio Lembo.

Quem é o novo governador de SP

Natural de São Vicente, no litoral paulista, França é advogado e professor. Ingressou na carreira política como líder estudantil na Faculdade de Direito, em Santos. É filiado no PSB há 30 anos, e atualmente preside o diretório estadual de SP.

Elegeu-se vereador por dois mandatos seguidos (1989-1996) em sua cidade natal, da qual também foi prefeito em 1997 e reeleito em 2000.

Foi eleito e reeleito deputado federal em 2007 e 2014, e coordenou duas campanhas para Presidência da República de seu partido, sendo a última a do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo em Santos.

Foi convidado pelo governador Geraldo Alckmin a criar e assumir a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo.

Sua atuação fez o governador Geraldo Alckmin convidá-lo a ser o vice na sua chapa de reeleição. Ambos foram eleitos no primeiro turno, com 12,2 milhões de votos.

O governador também designou França para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, responsável pelas universidades USP, UNICAMP, UNESP, Famema, Famerp, Centro Paula Souza, a Fapesp.

G1

Leia Também