João Pessoa, 21 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EXPECTATIVA

CBF atenderá pleitos da FPF, acredita Amadeu Rodrigues

Comentários:
publicado em 06/01/2015 às 18h55

O presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, analisou de forma positiva as reuniões que manteve com o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, e o presidente eleito, Marco Polo Del Nero, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (06), para discutir investimentos da CBF no futebol paraibano.

Em contato com a reportagem do Portal MaisPB, Amadeu revelou que entregou vários ofícios aos representantes da CBF com pleitos da FPF e todos os diretores da Confederação se mostraram sensíveis aos pleitos da Federação paraibana. Entre as reivindicações, Amadeu citou a solicitação de um instrutor da FIFA para realizar cursos de reciclagens com os árbitros paraibanos e a construção de um CT (Centro de Treinamento) no estado.

“Foram vários pleitos, amanhã quando chegar a Paraíba vou conceder entrevista a coletiva a imprensa e revelar todos. Mas, posso antecipar que estou muito confiante que nossas solicitações serão atendidas, pois os diretores da CBF se mostraram muito receptivos as nossas propostas”, afirmou.

Outro ponto discutido foi o início do Campeonato Paraibano em janeiro, o que pode provocar punição para Botafogo, Campinense e Treze, que também irão disputar competições nacionais. O Regulamento da CBF não permite que clubes que participem de campeonatos organizados pela entidade máxima do futebol brasileiro disputem jogos oficiais no período de férias e pré-temporada do calendário nacional.

O Campeonato está marcado para começar no próximo dia 17. A FPF defende o adiamento da abertura, por temer as punições a times paraibanos. O Treze vai disputar a Série D do Brasileiro, enquanto o Campinense está na Copa do Brasil e Copa do Nordeste. Já o Botafogo joga a Série C e as mesmas competições que a Raposa. Amadeu Rodrigues acredita que uma solução seria incluir Botafogo, Campinense e Treze na tabela somente a partir de 1º de fevereiro.

Além de Amadeu, integraram a comitiva da FPF: o vice-presidente Nosman Barreiro, a ex-presidente Rosilene Gomes e seu filho Sandro Gomes, além dos irmãos advogados Marcos e Hilton Souto Maior.

Cristiano Teixeira – MaisPB

Leia Também