João Pessoa, 21 de março de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CRISE NA SEGURANÇA

Interventores federais fazem inspeção no Bope do Rio

Comentários:
publicado em 21/03/2018 às 11h13

O general Mauro Sinott, chefe do GIF (Gabinete de Intervenção Federal), e sua equipe realizam na manhã desta quarta-feira (21) uma inspeção no Bope (Batalhão de Operações Especiais), a unidade de elite da Polícia Militar do Rio.

Ação faz parte de um esforço por parte dos interventores para se inteirarem de como operam e quais são as necessidades e dificuldades das unidades policiais cariocas.

Segundo membros do GIF, a ideia é usar as informações obtidas para reestruturar e melhorar o desempenho dos órgãos policiais.

Está é a segunda inspeção desse tipo que ocorre durante a intervenção. A primeira ocorreu na quarta-feira da semana passada no 14 Batalhão de Polícia Militar de Bangu.

A unidade é a responsável pelo policiamento na favela da Vila Kennedy, que está sendo usada como experiência piloto para as ações ostensivas das forças de segurança durante a intervenção.

No passado a unidade havia sido alvo de investigações sobre policiais supostamente envolvidos com corrupção.

Dias depois da inspeção, Sinott anunciou querer que a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Vila Kennedy seja dissolvida e que seus efetivos passem por treinamento e depois reforcem o efetivo do 14 Batalhão da PM.

Segundo ele, as UPPs serão todas analisadas e as que não tiverem desempenho adequado serão desativadas para liberar mais policiais para batalhões da PM.

O GIF afirmou que as inspeções em unidades da polícia ocorrerão semanalmente a partir de agora.

O órgão não informou o motivo do Bope ter sido escolhido nem disse como a unidade será inserida na estratégia de intervenção.

Uol

Leia Também