João Pessoa, 16 de Março de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Operação 'OURO DE TOLO'

Suspeitos de vender joias roubadas são presos

Comentários:
publicado em 16/03/2018 às 08h34
atualizado em 16/03/2018 às 11h17

Três comerciantes foram presos suspeitos de revender peças de ouro roubadas e jóias falsas no Centro de Campina Grande. A prisão foi deflagrada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande na tarde de quinta-feira (16). A Operação se chama ‘Ouro de Tolo’.

A investigação teve início ainda em fevereiro, depois que foi registrado um furto de cerca de R$ 100 mil em peças de jóias em uma casa no bairro do Centenário, em Campina Grande.

Grande parte das jóias foi encontrada no comércio do Centro de Campina, chamado ‘Milton do Ouro’. Na ação, três pessoas foram presas: Marcos de Morais Pessoa, Mozart de Morais Pessoa, e Walter Cunha Mateus.

Além de vender lojas roubadas, os suspeitos também faziam réplicas de peças de jóias, como Vivara. O trio vai ser indiciado por crime de receptação, violação de direitos autorais e de propriedade industrial.

Os homens foram encaminhados para Central de Polícia e as investigações ainda não foram concluídas.

MaisPB

Leia Também