João Pessoa, 23 de fevereiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
'Escudo humano' em assaltos

Itaú pagará R$ 500 mil a família de gerente

Comentários:
publicado em 23/02/2018 às 18h20

A Justiça do Trabalho condenou o Itaú a pagar R$ 500 mil a familiares do gerente de uma das agências do banco em São Paulo. De acordo com a defesa do funcionário, o homem foi utilizado como “escudo humano” em assaltos e adquiriu doenças por causa das atividades do cargo.

Como ele morreu antes da conclusão do julgamento, a decisão foi para que os parentes recebam o dinheiro. A decisão cabe recurso.

A 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), que determinou o pagamento da indenização por danos morais, considerou que o bancário foi vítima de violência e que a empresa não ofereceu o apoio pós-traumático necessário.

Segundo uma testemunha, o empregado presenciou quatro assaltos durante o período em que trabalhou na agência, nos quais foi usado como escudo humano. A petição inicial acusava o banco de não oferecer nenhum tipo de suporte ao gerente, que disse ter sofrido ameaças durante os episódios.

De acordo com o documento de denúncia, esses acontecimentos causaram síndrome do pânico, depressão e alcoolismo no funcionário. Também foi escrito que os movimentos repetitivos realizados no dia-a-dia fizeram com que desenvolvesse lesões nos músculos. O bancário solicitou uma perícia para comprovar as acusações, mas morreu dias antes do agendamento dos exames.

Ao analisar o pedido, o juiz da primeira instância considerou que só poderia tomar uma decisão com a perícia e determinou que os pedidos eram inconsistentes. A família e os advogados recorreram, e o TRT considerou procedentes parte das acusações.

O tribunal levou em consideração que os assaltos ocorreram entre 2002 e 2006, período em que o gerente trabalhava na agência, além de atestados médicos apresentados à época.

Foi determinado pagamento de R$ 350 mil por danos morais e R$ 150 mil pelos salários e demais benefícios pelo tempo de estabilidade.

G1

Leia Também