João Pessoa, 21 de fevereiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Na Suíça

Luislinda Valois desiste de participar de evento da ONU

Comentários:
publicado em 21/02/2018 às 18h30
Givaldo Barbosa / Agência O Globo

Diante da repercussão negativa, a ex-ministra dos Direitos Humanos Luislinda Valois entrou em contato com o Palácio do Planalto nesta quarta-feira (21) e informou ter desistido de participar de um evento do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra (Suíça).

A ex-ministra havia sido designada para viagem por meio de decreto assinado pelo presidente Michel Temer, mesmo depois de ter deixado o cargo.

O Palácio do Planalto, responsável pela viagem e pela designação de Luislinda para o compromisso, pediu à ex-ministra que formalize a desistência.

Segundo a assessoria de imprensa do Planalto, a viagem já estava prevista e a ex-ministra havia sido indicada antes de decidir deixar o posto.

Ao desistir do compromisso, Luislinda informou ao governo que não poderia mais participar do evento porque não comandava mais a área de Direitos Humanos e pediu que o pagamento de diárias fosse cancelado.

Luislinda Valois deixou o cargo de ministra dos Direitos Humanos na última segunda-feira (19).

No período em que esteve à frente da pasta, gerou polêmicas, quando pediu para extrapolar o teto salarial de servidor público, acumulando os salários de ministra e de desembargadora aposentada. Quando fez a solicitação, alegou que estava sendo vítima de “trabalho “escravo”. Na época, diante da repercussão negativa, desistiu do pedido.

G1

Leia Também