João Pessoa, 25 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
esclarecimento

Prefeitura emite nota e nega cota para LGBTs

Comentários:
publicado em 25/10/2017 às 12h50
atualizado em 25/10/2017 às 13h41

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) lançou nota nesta quarta-feira (25) negado que tenha estabelecido qualquer tipo de cota para grupos LGBTs. “Isso jamais ocorreu, nunca foram definidas vagas de trabalho, de qualquer ordem, destinadas a gays, lésbicas ou pessoas trans. Isso é mentira”, diz a nota. A discussão surgiu depois que a deputada Eliza Virgínia (PSDB) acusou o programa de TransCidadania de estar estabelecendo vagas exclusivas para o público trans. O coordenador da secretaria de TransCidadania, Roberto Maia, negou a exclusividade, informou que o programa apenas permite a participação do público trans em concorrências onde normalmente sofrem preconceito.

Confira a nota na íntegra emitida pela PMJP:

Em função de informações distorcidas e inverídicas, a Prefeitura Municipal de João Pessoa vem a público esclarecer o seguinte:

É inteiramente falsa a notícia de que a Prefeitura de João Pessoa tenha estabelecido qualquer tipo de cota para grupos LGBTs.

Isso jamais ocorreu, nunca foram definidas vagas de trabalho, de qualquer ordem, destinadas a gays, lésbicas ou pessoas trans. Isso é mentira.

A verdade é que a Prefeitura de João Pessoa vem promovendo há anos a intermediação entre pessoas desempregadas e o mercado de trabalho, divulgando a oferta de vagas para os desempregados e a oferta de mão de obra para as empresas.

Para reduzir o preconceito, passou a fazer a conscientização das empresas para que estas possam receber também currículos da população de travestis e transsexuais. Toda e qualquer seleção ou contratação cabe única e exclusivamente às empresas.

MaisPB

Leia Também