João Pessoa, 24 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
congresso

Aguinaldo defende queda da carga tributária

Comentários:
publicado em 24/10/2017 às 08h48

O deputado federal e líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP), falou a respeito da alta carga tributária existente no Brasil e ressaltou a importância de se debater uma simplificação para a redução desta carga.

De acordo com o líder, com cargas tributárias complexas, as empresas passam a ter um custo mais alto de produção e consequentemente uma maior dificuldade de continuar no mercado e a população passa a reclamar que apesar dos impostos, o retorno é mínimo.

“Nós temos uma quantidade muito grande de impostos e contribuições e isso precisa ser discutido. Porque se eu tenho uma carga tributária que é complexa, você tem um custo de produção mais alto. Então, na verdade, o que a gente tá falando é de se modernizar o sistema de arrecadação e de forma muito clara, para a população ter uma percepção de retorno desse imposto que a gente tá pagando” disse.

Aguinaldo ainda ressaltou o excesso de tributação dentro da mesma cadeia produtiva, o que segundo ele gera uma disparidade muito grande nos preços e dificulta a competitividade com outros países.

“Nós temos aqui uma série de cadeias onde há um excesso de tributação dentro dessas mesmas cadeias produtivas. Então a pessoa consegue sair daqui e ir para outro país e encontrar o mesmo produto pela metade do preço e isso num mundo globalizado não se justifica” declarou.

Por fim, Aguinaldo acrescentou que o Congresso precisa trabalhar para aperfeiçoar o processo de tributação.

“Em um Estado como o nosso, que tem um potencial muito grande de mercado, com as altas taxas você termina criando um ambiente que é nocivo ao próprio Estado brasileiro. É nesse sentido que eu acho que, a gente, como Congresso, tem que trabalhar para aperfeiçoar esse processo” concluiu.

MaisPB

Leia Também