João Pessoa, 22 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
da américa latina

UFPB sobe 15 posições e entra nas 100 melhores

Comentários:
publicado em 22/10/2017 às 09h23
atualizado em 22/10/2017 às 11h38

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) entrou para a lista das 100 melhores universidades da América Latina, de acordo com o ranking QS da América Latina edição 2018, divulgado na última segunda-feira, dia 16 de outubro. Agora, a instituição ocupa o 98° lugar do “top 100” da classificação, subindo 15 posições com relação a 2017, quando ficou em 113º lugar. Em 2016, foi a 115ª colocada.

Nesta posição, a UFPB chancela-se como a 4ª melhor universidade da Região Nordeste, depois da Universidade Federal de Pernambuco (45º lugar), da Universidade Federal do Ceará (55º) e da Universidade Federal da Bahia (66º), superando a Universidade Federal de Campina Grande (138°) e a Universidade Estadual da Paraíba (entre 251° e 300°). Considerando apenas as 83 universidades brasileiras que participam da lista, a UFPB destaca-se na 26° colocação.

O ranking QS da América Latina é baseado em uma metodologia que avalia o desempenho de cada universidade a partir de sete critérios: Reputação Acadêmica, Compromisso com o ensino, Docentes com doutorado, Produtividade, Citações, Impacto na Web e Internacionalização. Com cerca de 400 universidades, o QS Latin America University Rankings 2018 destaca as melhores universidades da região.
“Top 10”

O Brasil teve quatro universidades no ‘top 10’ do ranking QS da América Latina edição 2018. Quem lidera o ranking é a Pontifícia Universidade Católica do Chile, seguida da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que pela primeira vez ultrapassou a Universidade de São Paulo (USP), classificada em terceiro lugar. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficou em sétimo e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) na décima posição.

O ranking pode ser acessado em: https://www.topuniversities.com/university-rankings/latin-american-unive…(link is external).

 MaisPB

Leia Também