João Pessoa, 20 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Composição com PSB

Petista diz que será candidatura a federal

Comentários:
publicado em 20/10/2017 às 13h46
atualizado em 20/10/2017 às 14h06

O vereador Marcos Henriques (PT) reafirmou a intenção de candidatura nesta sexta-feira (20) do deputado federal Luiz Couto (PT) ao Senado. O vereador também sinalizou que irá se candidatar a uma vaga para deputado federal. Para Marcos Henriques, o PT deve entrar com força total contra o atual governo federal. “O presidente Lula vai encabeçar um grande projeto de mudança para o nosso país. E o PT da Paraíba vai estar fortalecido com uma grande chapa de deputados estaduais e federais”, garante.

“Nós realmente iremos mostrar como o PT governou e a forma que está hoje. Queremos que o povo volte a sorrir. E não basta apenas eleger o companheiro Lula presidente, temos que eleger também uma bancada forte de deputados federais, visando isso o petista pontuou que irá colocar sua candidatura a deputado federal. Segundo Marcos Henriques, tem que ter um Congresso Nacional antenado com o reencontro com as políticas sociais. “É por isso que em 2018 estamos construindo a candidatura de Marcos Henriques para deputado federal”.

Luiz Couto

Sobre o nome de Luiz Couto para o Senado, o petista explicou que “muita gente está querendo” e que hoje o partido tem uma chance real de eleger um senador, mas confirmou que Couto ainda não se decidiu. “O deputado Luiz Couto é muito precavido, e ele não vai tomar uma decisão agora. Nem está em tempo de tomar decisões, mas eu creio que o deputado se consultar as bases, e elas realmente referendarem isso… Hoje eu vejo que temos grandes chances de eleger o primeiro senador do PT”.

Composições

Em relação as composições para as eleições de 2018, Marcos Henriques argumentou que é natural que o PT faça aliança com o PSB, principalmente pela postura adotada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) com “golpe” sofrido contra a presidente Dilma Rousseff. Questionado se o PT poderia compor com partidos que participaram do “golpe”, o vereador foi taxativo.

“Esse debate vai se dar o ano que vem, hoje eu tenho uma posição que não vou mudar. Eu espero não fazer composição com nenhum partido golpista na proporcional. Nós temos um respeito muito grande pelo governador Ricardo Coutinho, esperamos abrir um diálogo com o governador. O governador sendo do PSB, existe uma probabilidade muito grande do partido apoiá-lo, apesar do partido ainda não ter definido se terá candidato ou não. Mas a nossa linha de composição prioritária está com o governador por “n” razões, a principal razão dela é a postura coerente que ele teve nesse momento de golpe no nosso país.

Assista Vídeo:


Paulo Dantas e Albemar Santos – MaisPB

Leia Também