João Pessoa, 18 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
“Pau nos mais fracos”

Raoni pede reforma política

Comentários:
publicado em 18/10/2017 às 13h00
atualizado em 18/10/2017 às 14h23

O deputado Raoni Mendes (DEM) defendeu que o Congresso Nacional leve em frente uma reforma política para evitar um clima de antecipação eleitoral como tem acontecendo nos últimos dias na Paraíba.

Mendes considera que a movimentação atual, com Luciano Cartaxo (PSD) e Ricardo Coutinho (PSB), José Maranhão (PMDB), fazendo política como natural. “Enquanto a política não tiver uma reforma de vergonha, vamos vivenciar esse clima de pré-eleição a cada ano, porque é de dois em dois anos a eleição. É notório, ou faz uma reforma o Congresso Nacional  para de posicionar dessa forma ou vamos continuar vivenciando isso”, argumento.

“Eu acredito que a frase mais correta e popular é o pau no lombo só quebra nos pequenos. Nos grandes, protege. Eu inclusive peço a celeridade do meu partido em relação que tem o relator sobre a quebra do foro privilegiado. Nós precisamos acabar com isso. O relator é o deputado Efraim (Filho) e eu tenho certeza que ele vai dar celeridade a isso, porque é o mínimo que se deve ter em respeito aos eleitores. Não da mais para conviver com tanta impunidade e os pequenos pagando o pato”.

Sobre a votação realizada ontem no Senado Federal que devolveu o mandato a Aécio Neves (PSDB), com todos dos senadores paraibanos, Mendes pontuou.

“Eu devo respeitar, porque eles estão vivenciando essa realidade, porém eu não concordo deles terem voltado por um preceito Constitucional da invasão do STF. É bem verdade que o STF tem legislado muito mais. Agora também o STF, num momento retira e no outro devolve ao Senado, se agachou também da mesma forma. Para mim é respeitar a decisão deles, mas não concordar. Lamentavelmente, eu não faria desta forma”, finalizou.

Assistir Vídeo:

Paulo Dantas e Bruno Farias – MaisPB

Leia Também