João Pessoa, 16 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
PERIMETRAL SUL

Polêmica é para justificar atraso, diz Josival

Comentários:
publicado em 16/10/2017 às 12h44
atualizado em 16/10/2017 às 17h42

O secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, comentou, nesta segunda-feira (16), o polêmico episódio envolvendo a Prefeitura de João Pessoa e o Governo do Estado em relação a Perimetral Sul.

Em entrevista ao Portal MaisPB, o auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo (PT), nega qualquer paralisação da obra por conta da Prefeitura e alegou que não é a primeira vez que o governador Ricardo Coutinho (PSB) tenta acusar terceiros por problemas da construção da via.

“Provavelmente para justificar o atraso na obra e não é a primeira vez que o Governo do Estado tenta justificar em terceiros por este atraso. Em 2016, o Tribunal de Contas pediu explicações sob a suspeita de licitação marcada e o Governo do Estado culpou o TCE pelo atraso da Perimetral Sul”, argumentou.

Pereira lembrou que três empresas já foram contratadas para realização da pista que ligará a BR-101 a PB-008 e que a demora tem aumentado em duas vez mais o orçamento da sua construção.

“O interessante é que essa obra já tem três empresas contratadas. Uma entra e outra sai, e governo não consegue explicar qual a razão desse mistério de uma obra que foi contratada por R$ 6 milhões e hoje já custa R$ 18 milhões”, alfinetou.

Ainda de acordo com Josival Pereira, a polêmica levantada sob a alegação de embargo da obra tem o intuito meramente de fazer “propaganda’ e “política”.

Josival Pereira também questionou o fato da iluminação da via estar no orçamento do projeto, mas, quando, na verdade, a responsabilidade foi repassada para à PMJP.

“Essa iluminação está no orçamento da via que, aliás a Prefeitura fez esse investimento, mas que misteriosamente está na obra do governo”, finalizou

Roberto Targino – MaisPB

Leia Também