João Pessoa, 15 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
crise econômica

Ricardo Coutinho critica repasse do FPE

Comentários:
publicado em 15/10/2017 às 16h06
atualizado em 15/10/2017 às 17h51
(Foto: Albemar Santos/MaisPB)

Segundo o governador Ricardo Coutinho (PSB), a Paraíba se preparou para a crise. O governador afirma que durante o período de recessão econômica no Brasil, o estado paraibano não parou.

Apesar da recuperação frente à crise, o orçamento continua a apertar. De acordo com Ricardo Coutinho, o repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE) deste ano vai ser menor do que o ano passado em cerca de R$ 200 milhões.

“Havia uma repatiação programada, a repatiação não atendeu ao mínimo que se esperava e deixou todos os estados na mão”, disse o governador.

Redução de custos

Para que a Paraíba consiga equilíbrio nas contas e crescimento econômico, Ricardo defende a geração de empregos para ‘puxar a economia’. “Não é possível sair da crise parando o carro, puxando o freio de mão e deixando ele atolar”, argumenta.

Em entrevista, o socialista ressaltou suas ações no Governo para reduzir orçamento; ele afirma que extinguiu órgãos, reduziu diárias e passagens.

“O que eu tinha que cortar, eu cortei para dentro. Saí reduzindo coisas para que o estado possa ultrapassar e sair mais forte dessa crise”.

MaisPB

Leia Também