João Pessoa, 21 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
'MUITO MEDO'

Aranha ‘gigante’ assusta moradores de prédio

Comentários:
publicado em 12/10/2017 às 08h49
atualizado em 12/10/2017 às 17h32

Eles já viram sapos e muitos caranguejos na região, mas pela primeira vez encontraram uma aranha “gigante” no quintal. O animal, da espécie Lycosidae, foi localizado por moradores dentro de um prédio, a menos de dez metros das areias da praia do bairro Guilhermina, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O episódio gerou preocupação e repercutiu nas redes sociais.

“Eu estava varrendo a garagem quando comecei a juntar a sujeira na pá. Quando vi algo escuro, pensei que fosse um rato. Depois que eu percebi que era uma aranha. Ela tem o tamanho da minha mão e eu nunca tinha visto isso por aqui antes”, conta o zelador do prédio onde o animal foi encontrado, Roberto Campi, de 51 anos.

O edifício localiza-se na Avenida Guilhermina, de esquina com a praia. “Olha, definitivamente não é doméstica. Quando eu a vi aqui, levei um baita susto. Fiquei com medo, claro. Não era uma aranha de jardim, era grande e muito agressiva”, conta a dona de casa Viviane Unti, 49 anos, que também vive no edifício.

O filho dela registrou o animal em foto e compartilhou em uma rede social. O caso repercutiu. “Deus é mais. Já estou providenciando um helicóptero para não passar mais pela Guilhermina”, comentou um morador. “Já não bastavam os ladrões, agora tem que se preocupar com aranha. Uma barbaridade”, disse outro.

O zelador entregou o animal ainda vivo a uma equipe da Guarda Municipal da cidade, que possui um grupamento ambiental. “Tinha gente querendo matar, mas não é certo. Eu tive o cuidado de não tocar nela, mas a gente fica receoso. Vai que acontece alguma coisa, afinal, a gente não sabe lidar”, diz Campi.

Por meio de nota, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que a Guarda Municipal foi comunicada sobre a localização da aranha. “Um guarda que estava de serviço próximo ao local foi informado por um morador, mas por se tratar de um animal inofensivo e que não apresenta riscos, apesar do tamanho, foi solto”, informou.

A espécie foi identificada por equipes da prefeitura, que afirmam que o animal é comum em jardins e telhados de residências da cidade. Ainda por nota, a Guarda Municipal afirma que não foi acionada para outras ocorrências envolvendo aranhas nessa mesma região da cidade.

G1

Leia Também