João Pessoa, 20 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
fibromialgia

Humorista revela ter mesma doença que tirou Gaga do Rock in Rio

Comentários:
publicado em 15/09/2017 às 10h09

Morando em Los Angeles, nos Estados Unidos, a atriz Daniele Valente dividiu com seus seguidores a descoberta do diagnóstico de fibromialgia, doença que tirou Lady gaga do Rock in Rio.

“Há 1 ano mais ou menos fui diagnosticada aqui nos EUA com fibromialgia. Uma doença que faz basicamente a gente sentir dores por todo o corpo, exaustão e uma depressão danada por não conseguir fazer 10% do que você gostaria. Por isso mudei meu estilo de vida. Dou valor a cada momento alegre com a minha família. Foquei em escrever mais do que atuar. Escolho somente os trabalhos que me trazem alegria. Sem falar na alimentação saudável, contato com a natureza e a meditação. Por que estou contando isso? Pra você dar valor às coisas simples da vida sem precisar sentir dor! Seja feliz todos os dias ok? É o que desejo do fundo do coração”., compartilhou ela em seu perfil no Instagram, há cerca de alguns dias.

Ao longo desta semana, Daniele explicou em várias postagens como se sente e as reações à doença, que, a grosso modo, incapacita os doentes de fazerem atividades normais do dia a dia por conta de dores insuportáveis no corpo.

“A culpa é um sentimento normal pra quem é mãe. Agora multiplica essa culpa por 1 milhão. Esse é o sentimento que mães com fibromialgia sofrem. Pois nem sempre temos energia para brincar com nossos filhos. O que eu faço pra contornar essa situação? Uso a criatividade. Por exemplo, brinco com ela de fantoche. E ela adora! E quando a exaustão bate forte digo que preciso descansar e pronto. Escolhi me libertar da culpa. Quando preciso descansar, descanso. Se estou na rua, procuro um lugar pra sentar, se estou em casa vou deitar, leio um livro ou vejo uma das séries que gosto. Sem culpa de “Ah tô sendo preguiçosa, eu podia estar produzindo, eu podia tá organizando minhas gavetas…rsrsrs” “Ah não quero que minha família pense que sou preguiçosa…” Às vezes, 30 minutos bastam pra eu me recuperar. Parar de pensar os que os outros pensam sobre você é libertador”.

Daniele ainda faz um apelo ao Ministério da Saúde: “Alô Ministério da saúde! Vamos informar melhor a população sobre fibromialgia! Os fibromiálgicos sofrem calados porque ninguém acredita neles! Não somos preguiçosos! A dor constante traz um cansaço absurdo e consequentemente a depressão. A fibromialgia é como o “Dementador” do Harry Potter. Mas tem como mudar essa situação”.

Extra

Leia Também