João Pessoa, 20 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

José Gonzaga Sobrinho, mais conhecido como Deca do Atacadão é um empresário e político brasileiro, atualmente é senador da República e filiado ao PSDB.
Foi eleito em 2010, ao lado senador Cássio Cunha Lima (PSDB) como primeiro-suplente.
Em setembro de 2016, após o pedido de licença do titular, o senador Deca tomou posse no Senado Federal.

Um copo cheio de esperança chamado Brasil

Comentários:
publicado em 05/06/2017 às 14h25
A- A+

O copo está pela metade – você o enxerga meio vazio ou meio cheio?

Esse teste é antigo, mas eficiente: mostra a nossa perspectiva em relação à vida e toda a sorte de desafios que ela nos impõe; sinaliza, também, com que ânimo iremos encará-los.

Pós divulgação do PIB do primeiro trimestre, com crescimento de 1 por cento, o copo brasileiro pareceu meio vazio para muitos analistas econômicos.

Muitos deles verbalizaram que esperavam muito mais.

Outros aproveitaram o ensejo para projetar – diretamente de seus oráculos de negatividade – supostas desaceleração nas próximas medições. Destacando, ainda, a modesta reação dos setores econômicos – notadamente comércio e indústria.

Então nosso copo está mesmo meio vazio?

Felizmente, o baixo astral não é unanimidade.

Houve espaço para celebrar um dado inequívoco: mesmo modesto, o crescimento registrado de janeiro e março interrompe uma série desafortunadamente constante de encolhimento do Produto Interno Bruto do País – um processo iniciado (não por mera coincidência) com a crise política (ainda) em curso.

Há mais de dois anos que o PIB do País colhia resultados negativos, período em que 14 milhões de brasileiros perderam seus empregos e milhares de empresas fecharam suas portas.

Interromper esse ciclo e fechar a conta do trimestre com saldo positivo não é pouca coisa. Embora – temos que admitir – também não tem dimensões que mereçam celebrações gigantescas.

Você pode estar se perguntando: Deca, mas afinal esse copo está secando ou enchendo?

Do ângulo em que enxergo esse longo e duro percurso que o País enfrenta para retomar o crescimento, vejo claramente que o copo brasileiro nem está quase vazio nem quase cheio.

Está pela metade!

Digo mais:

Se formos negativos, dificilmente ele encherá.

Se formos otimistas em excesso, podemos esquecer do óbvio: que é preciso trabalhar para completar o que falta.

Pois metade é metade. É o meio do caminho.

E é preciso muito esforço para atingir a borda desse cálice que chamamos de Brasil.

Leia Também