João Pessoa, 01 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 01:43 - 0.5 | 08:06 - 2.3 | 14:26 - 0.5 | 20:49 - 2.1 $ Dólar 3,17 - € Euro 3,46

ÚltimaHora
EM UM MÊS

Paraíba perde quase 2 mil vagas de trabalho

Comentários:
20/04/2017 às 18h13 • atualizado em 21/04/2017 às 08h32
A- A+

O Ministério do Trabalho divulgou, nesta quinta-feira (20), por meio do cadastro de empregados e desempregados, os dados referentes ao número de vagas de trabalho no mês de março.  De acordo com o levantamento houve queda de mais de 63 mil vagas em todo Brasil.

Na  Paraíba, foram 8.615 admissões, contra 10.554 demissões. Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes,  Santa  Rita, na Grande João pessoa, aparece como a mais prejudicada.

Na cidade, houveram 230 admissões, contra 1.152 demissões, resultando no saldo negativo de 920 vagas.

Em João Pessoa, segunda colocada no ranking, houveram 3.571 admissões contra 4.417 demissões.

Entre os outros municípios paraibanos que tiveram queda estão:

– Bayeux;

– Cajazeiras;

– Esperança;

– Pombal;

– Sapé;

A  lista mostra também as cidades que conseguiram manter o número de empregados no mercado de trabalho.  A maior delas é Patos, no Sertão do Estado. FOram 287 admissões, contra 226 demissões.

Outras cidades também conseguiram se livrar da queda, são elas:

– Cabedelo;

– Guarabira;

– Mamanguape;

– Monteiro;

– Queimadas;

– São Bento;

– Solanea;

–  e Sousa.

No mês de março, o setor que teve mais queda nas vagas de emprego foi o da indústria de transformação, seguido de serviços, agropecuário e comércio.  Já o que mais teve alta foi o da construção civil.

Levando em conta os três primeiros meses do ano, as cidades paraibanas que tiveram mais queda foram:

– Santa Rita: 3.389 vagas de emprego a menos;

– Mamanguape: 1.355 vagas de emprego a menos;

– João Pessoa: 930 vagas de emprego a menos;

Segundo este levantamento, Patos foi a cidade que mais conseguiu manter o número de empregados, tendo 781 admissões contra 673 demissões.

Nos últimos doze meses, a cidade que tiveram mais demissões foram:

– João pessoa: 6.352 vagas de emprego a menos;

– Campina Grande: 2.073 vagas de emprego a menos;

– Santa Rita: 1.172 vagas de emprego a menos;

Já o município que mais conseguiu manter o numero de empregado foi Sousa: foram 2.098 admissões contra 1.934 demissões.

MaisPB

Leia Também