28 de fevereiro de 2017 - 07:06

última hora
11/01/2017 às 13h08 • atualizado em 11/01/2017 às 15h41
A- A+

Urnas com cinzas de família são veladas em JP

As urnas com as cinzas da família paraibana assassinada e esquartejada na Espanha está sendo velada em uma central de velórios no bairro de Jaguaribe. Inicialmente apenas familiares estão participando do velório.

Uma missa será celebrada às 19h, na Igreja São Gonçalo, no bairro da Torre. Segundo Walfran Campos, irmão de uma das vítimas da chacina, as cinzas vão ser levadas em um carro funerário até o cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa, onde serão depositadas em caixões com flores.

O caso 

Os corpos das quatro vítimas foram achados esquartejados em uma casa na cidade espanhola de Pioz em setembro, depois que um vizinho alertou sobre o mal cheiro perto da casa da família, a cerca de 60km de Madri.

Após o início das investigações, a Justiça emitiu uma ordem de prisão europeia e internacional contra Patrick Gouveia, sobrinho de Marcos, que se entregou um mês depois e confessou o crime. Ele declarou que matou os quatro porque “achou” cruel matar apenas o tio. O jovem segue preso na Espanha.

Patrick Gouveia, o sobrinho de Marcos que confessou ter matado a família, teria recebido “dicas” do amigo Marvin através do WhatsApp. O jovem de 18 anos foi preso no bairro Jardim Oceania, em João Pessoa, no dia 28 de outubro. Segundo o delegado de homicídios Reinaldo Nóbrega, o estudante Marvin Henriques Correia chegou a receber fotos e manter uma conversa em tempo real com Patrick durante a execução do crime

Marvin Henriques foi solto no dia 30 de novembro e vai responder ao processo em liberdade, cumprindo medidas cautelares, como usar tornozeleira eletrônica, ficar recolhido em casa todos os dias das 22h às 6h (horário local) e comparecer mensalmente em cartório.

MaisPB