João Pessoa, 29 de março de 2017 | 23ºC / 29ºC 05:53 0.9 | 12:04 1.9 | 18:36 0.8 $ Dólar R$ 3,08 - € Euro R$ 3,34

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Desde 1993 exerce as funções de Diretor Executivo da AETC-JP. Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

Nossa Fortaleza de Santa Catarina

Comentários:
11/01/2017 às 11h02
A- A+

Domingo próximo passado, após uns dois anos sem o fazer, fomos (eu e a esposa Ana) revisitar a Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, acompanhados da família e especialmente para atender ao interesse, nesse sentido, de nossa nora Juliana. Ela, Juliana, com nosso filho Márcio e os netos Mário e Francisco, estão aqui em férias, porquanto atualmente residem na sergipana Itabaiana, onde Márcio atua como químico da Fábrica da Azaleia. Aliás, a fábrica fica mesmo no vizinho município de Frei Paulo.

Mas, diretamente nos referindo à Fortaleza de Santa Catarina, devemos dizer que, como tantos outros paraibanos, conceituamo-la como um dos mais importantes monumentos e referência histórica de nossa terra, daí se constituir em especial atrativo turístico, portanto de muitas visitações diárias.

Em lá chegando e consultando se haveria um(a) guia para acompanhar a visitação, a única existente já estava ocupada. Como é natural, se o(a) o visitante não tem ao seu lado um(a) guia para informar sobre “a razão de ser” de cada ponto visitado… essa visitação fica menos “enriquecida”. E aí consultamos à própria recepção da Fortaleza de Santa Catarina quantos guias considerava necessários para essa tarefa.

Sem que aqui expusemos o quantitativo apontado na resposta, já em um dos boxes com artesanatos, desse mesmo patrimônio histórico, foi-nos dito sobre as dificuldades de manutenção, chamando-nos atenção de que todo o custeio advém só dos bilhetes de acesso, cada um a R$ 2,00. Nem Prefeitura nem Governo do Estado com nada contribuiriam. E isto é uma pena! Daí, conclamarmos a PBTUR, a Prefeitura de Cabedelo, com a SEC/PB e a diretoria da própria Fortaleza, para, reunidos, buscarem formas de mais fortalecer esse importante patrimônio cultural de nossa terra.

Leia Também

Prefeituras fazem formatura “Doutores do ABC”!

Domingo próximo passado, após uns dois anos sem o fazer, fomos (eu e a esposa Ana) revisitar a Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, acompanhados da família e especialmente para atender ao […]

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

  • Memorial na Ponte de Westminster
  • Gilberto Gil e Raimundo Asfora, em Campina Grande
  • Pôr do sol em Marizópolis

Pôr do sol em Marizópolis

Enviado por
Ivan Alves

mais lidas