João Pessoa, 29 de março de 2017 | 23ºC / 29ºC 05:53 0.9 | 12:04 1.9 | 18:36 0.8 $ Dólar R$ 3,08 - € Euro R$ 3,34

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Deca: a inspiração de uma história de transpiração

Comentários:
03/01/2017 às 13h23
A- A+

Exemplo de vitorioso pelo trabalho, Deca encarna tendência de novo perfil da política

Poucas entrevistas, no Frente a Frente, da TV Arapuan, em mais de um ano, fluíram tão bem quanto à rica conversa que tive ontem com o senador Deca (PSDB), suplente de Cássio Cunha Lima.

Porque o empresário bem sucedido e o homem de negócios reconhecido, com direito a uma passagem proativa no Senado da República muita gente já conhecia.

A história do menino do Sítio Várzea da Cacimba, antigo distrito de Santarém, em Uiraúna, só os mais próximos testemunharam.

E é esse longo e suado trajeto do ‘pastorador’ de selas de cavalo, sua primeira invenção para ganhar dinheiro, e o dono de um grupo empresarial que emprega sete mil funcionários, que revela uma história e fonte de inspiração para qualquer paraibano.

Entre os aprendizados da infância pobre de quem só entrou na escola aos 11 anos de idade e somente experimentou o primeiro par de sapatos aos 14 estão as lições da criança que guiava um cego (o próprio tio) pelas ruas de Uiraúna.

“Eu via meu tio feliz mesmo sem enxergar. Era um homem alegre na adversidade”. Um ensinamento que carregou pro resto da vida como combustível para sempre acreditar na vida e no futuro.

Da banquinha na feira em Cajazeiras, à venda de galinhas, à gerência de um armazém atacadista, que lhe conferiu a idéia de levar vendedores até os comerciantes com prazo de pagamento, o diferencial da metodologia que fez do Atacadão Rio do Peixe um dos dez maiores do Brasil.

De tão intensa, a jornada de trabalho de segunda a segunda lhe privou, por opção, de prazeres da juventude mergulhada no seu restrito “mundo” sertanejo. Tanto que só conheceu a praia de João Pessoa, capital do seu Estado, aos trinta anos de vida, uma imagem guardada como símbolo de que o sertão vira mar, como profetizou Euclides da Cunha, para quem faz do trabalho uma profissão de fé e instrumento de superação.

Nova TV Cidade
O diretor de marketing da Secretaria de Comunicação, Luis Alberto Guedes (foto), assumiu hoje o comando da TV Cidade de João Pessoa. Jornalista por formação, Luis caiu nas graças dos irmãos Cartaxo pela dedicação ao trabalho e devoção de como acredita no projeto do grupo. Agora, ele tem como meta abrir o sinal da emissora para o público de João Pessoa.

BRASAS
*Por si só – A nomeação de Rodrigo Clemente (PSL) fala com eloqüência. É Luciano Cartaxo tirando um vereador destacado da oposição.

*Nova missão – Novo presidente do IPM, Diego Tavares (SD) se consolida como polivalente da gestão de Luciano Cartaxo.

*Ponte – Com um indicado na adjunta da Habitação na Capital, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) intensificará pedidos ao ministro das Cidades, Bruno Araújo, com quem tem relação próxima.

*Cirurgia – O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP) retirou um cálculo renal, torcendo para não encontrar outras ‘pedras’ no turbulento 2017.

*Fora – Apesar de citado pelos colegas como novo líder da oposição em Campina, o vereador Olímpio Oliveira (PMDB) não tem apetite para voltar ao posto.

FALA CANDINHA!
Do Atacadão para…
Previsão de Dona Candinha: “A política vai fazer Deca entrar no varejo”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Quando Ricardo vai bater a meta de 40 mil casas e Luciano de 13 mil, promessas de primeiro mandato?

PINGO QUENTE
“Foi um estelionato eleitoral”. Do deputado estadual Raoni Mendes (DEM-foto) sobre o pacote de exonerações de contratados da Prefeitura de João Pessoa.

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

  • Memorial na Ponte de Westminster
  • Gilberto Gil e Raimundo Asfora, em Campina Grande
  • Pôr do sol em Marizópolis

Pôr do sol em Marizópolis

Enviado por
Ivan Alves

mais lidas