07 de dezembro de 2016 - 23:03

última hora
01/12/2016 às 15h06 • atualizado em 01/12/2016 às 17h10

Justiça absolve acusado de matar próprio pai, ex-prefeito, atropelado

marcilio-francisco-carlao-1

Francisco Raimundo de Sales, 42 anos, acusado de matar o pai, o ex-prefeito de Nova Olinda, João Raimundo Neto, de 69 anos de idade, foi absolvido, nesta quarta-feira (30), durante julgamento, no Fórum Afonso Campos, de Campina Grande.

A morte do ex-prefeito ocorreu no dia 25 de agosto de 2014 na cidade de Nova Olinda. Segundo a denúncia, Sales Raimundo discutiu com o pai e em seguida o atropelou, ocasionando sua morte.

O julgamento que teve momentos de tensão, começou por volta das 14h00 e só terminou as 20h00.

Marcílio Batista e Carlos Cícero de Sousa, advogados de defesa de Sales, “alegaram ao corpo de jurados que na época da morte, o acusador era portador de transtorno delirante, o que o tornava incapaz, de entender o caráter ilícito do fato”. Com os argumentos, a defesa do réu desqualificou o crime de homicídio doloso, para homicídio culposo, quando não se tem a intenção de matar.

Diante dos fatos, o juiz decidiu pela absolvição de Francisco Raimnudo de Sales que teve liberdade imediata.

O júri foi presidido pelo o juiz substituto, Bartolomeu Correia Lima Filho.

O Ministério Público foi representado pelo promotor de justiça Raniery da Silva Dantas e Epitácio Pereira como advogado de acusação.

MaisPB (com Vale News PB)