07 de dezembro de 2016 - 23:04

última hora
01/12/2016 às 11h29

Deputado que criou o Dia do Evangélico é condenado por assassinato

Ex-deputado distrital Carlos Xavier em imagem de arquivo de quando ainda era parlamentar (Foto: TV Globo/Reprodução) Ex-deputado distrital Carlos Xavier em imagem de arquivo de quando ainda era parlamentar (Foto: TV Globo/Reprodução)

O ex-deputado distrital Carlos Xavier teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça do DF. Condenado a 15 anos de cadeia em 2014, ele recorria em liberdade, mas será detido por conta do novo entendimento do Supremo Tribunal Federal.

No mês passado, os ministros do STF deram aval para o início imediato do cumprimento da pena após condenação em segunda instância. O Ministério Público do Distrito Federal pediu a prisão do ex-deputado, e o juiz Edson Lima Costa, do Tribunal de Júri de Samambaia, acatou o pedido.

“Considerando que a sentença condenatória foi confirmada por este egrégio Tribunal de Justiça em acórdão proferido em 20 de novembro de 2014,  bem como que os recursos extraordinário e especial não são dotados de efeito suspensivo, determino a expedição da respectiva guia de execução provisória e do mandado de prisão em desfavor do réu”. Carlos Xavier, também conhecido como Adão Xavier, foi condenado como o mandante do assassinato de Ewerton Ferreira, 16 anos, em 2004. O adolescente seria amante da mulher do deputado distrital.

DCM