07 de dezembro de 2016 - 23:02

última hora
01/12/2016 às 09h34

Clubes pelo mundo jogam com o escudo da Chapecoense

Jogadores do Real Madrid fazem homenagem à Chapecoense -0 ÁNGEL MARTÍNEZ/Real Madrid Jogadores do Real Madrid fazem homenagem à Chapecoense -0 ÁNGEL MARTÍNEZ/Real Madrid

Assim como aconteceu na última terça-feira, clubes ao redor do mundo continuam homenageando o clube da Chapecoense, que sofreu uma das maiores tragédias da história do futebol mundial. O avião da delegação da equipe catarinense caiu enquanto voava para Medellín, na Colômbia, para a disputa da grande decisão da Copa Sul-Americana desta temporada. Ao todo, 71 pessoas morreram, sendo 19 jogadores, enquanto apenas seis sobreviveram.

Em jogo válido pela Copa do Rei, contra o Leonesa, no Santiago Bernabéu, o Real Madrid prestou uma homenagem às vítimas do acidente ocorrido na Colômbia. Todos os jogadores do time merengue entraram em campo com a seguinte mensagem na frente da camisa: “Todos Somos Chapecoense”.

Com os jogadores dos dois times perfilados no meio-campo, foi também respeitado, antes do apito inicial, um minuto de silêncio (vídeo abaixo) pelo acidente.

Outro clube que prestou homenagem à Chapecoense foi o Saint-Étienne. O clube francês, que também é alviverde, entrou em campo contra o Olympique de Marselha com o escudo da equipe catarinense estampado ao lado do seu. A partida era válida pela 15ª rodada do Campeonato Francês e aconteceu no Estádio Geoffroy Guichard.

AFP / JEAN-PHILIPPE KSIAZEK

Saint-Étienne entrou em campo com o escudo da Chapecoense na camisa

Outro grande clube que prestou homenagem à Chapecoense foi o Manchester United. Nesta quarta, o locutor do tradicional estádio anunciou antes de a bola rolar contra o West Ham, pelas quartas de final da Copa da Liga.
“Old Trafford, na manhã de ontem (terça) a comunidade do futebol foi atingida com a notícia do avião que caiu com a equipe brasileira Chapecoense. O time jogaria a final da Copa Sul-Americana nesta noite. Tragicamente, 71 pessoas perderam suas vidas. E, nesta noite, nós lembraremos deles. Um período de silêncio começará e terminará ao apito do juiz”. Na sequência, torcedores aplaudiram a atitude.
O Sporting, de Portugal, também praticou o minuto de silêncio antes da partida contra o Arouca, pela Copa da Liga Portuguesa. No entanto, a homenagem foi além do tradicional gesto praticado antes de a bola rolar. No Estádio José Alvalade, os torcedores do clube português levaram faixas de apoio aos jogadores da Chapecoense.
Reprodução/Twitter

Torcida do Sporting leva faixas em homenagem à Chapecoense

O Paris Saint-Germain, dos brasileiros Marquinhos, Maxwell, Lucas, Thiago Silva e Thiago Motta, também fez sua parte nesta quarta-feira. Além do minuto de silêncio na partida contra o Angers, válida pela 15ª rodada do Campeonato Francês, o clube estendeu uma bandeira do Brasil na área técnica, e os torcedores também levaram faixas em homenagem à Chapecoense.
Além das homenagens do clube, Edinson Cavani também fez questão de passar sua mensagem ao clube brasileiro. Na etapa final, ao marcar o segundo gol do PSG, o atacante urugaio não ligou de tomar um cartão amarelo: tirou sua camisa e, por baixo, mostrou estava com uma branca, escrito em verde “força”, com a sigla da Chapecoense.
AFP / FRANCK FIFE

Cavani comemora gol com uma mensagem para a Chape

Reprodução/Twitter

‘Força, Chape’, desejaram torcedores do PSG ao clube brasileiro

Reproduçã/Twitter

Bandeira do Brasil é colocada na área técnica do PSG

Pela Copa da Liga Inglesa, o Arsenal também deu sei jeito para homenagear a equipe catarinense. O atacante espanhol Lucas Pérez e o zagueiro brasileiro Gabriel Paulitas entraram em campo com uma faixa verde escrito: “#ForçaChape”, hashtag que ganho as redes sociais após o acidente aéreo na madrugada da última terça-feira.
Reuters / Stefan Wermuth

Lucas Pérez e o brasileiro Gabriel Paulista com faixa para Chapecoense

Uol