06 de dezembro de 2016 - 12:59

última hora
30/11/2016 às 16h44 • atualizado em 30/11/2016 às 19h53

Prefeito contesta críticas de ex-aliado: “Precisa sair do palanque”

Ademir Morais 1

O prefeito de Santa Luzia, Ademir Morais (DEM), contestou as críticas feitas por seu ex-aliado e prefeito eleito, Zezé de Araújo (PMDB). Em contato com o Portal MaisPB, Ademir acusou o peemedebista de vencer as eleições promovendo “o maior abuso de poder econômico da história de Santa Luzia”.

Em reportagem da série Fenômenos Eleitorais, realizada pelo blog do Magno Martins, de Pernambuco, em parceria com o Portal MaisPB, o prefeito eleito chegou a afirmar que um dos grandes problemas que deve enfrentar ao assumir a prefeitura diz respeito ao embargo da usina de tratamento de lixo pelo Ministério Público. Segundo ele, foram liberados mais de R$ 500 mil e não sabe informar se os recursos foram aplicados na obra.

Ademir Morais rechaçou a declaração do seu ex-aliado e garantiu a legalidade na aplicação dos recursos. “Estou com relatório da Funasa atestando a execução do projeto. Atendemos às exigências da Funasa, mas uma ação dos quilombolas embarcou a obra. Aí e um problema que foge ao nosso controle”, explicou.

Sobre as acusações referentes a um suposto ‘inchaço’ na folha de pessoal da prefeitura após as eleições, Ademir Morais afirmou que Zezé faltou com a verdade. “Ao dizer que aumentei a folha, ele está faltando com a verdade. Estou com relatório do controle interno onde de janeiro a outubro estamos gastando 46.39% com a folha. Vou entregar a prefeitura com menos funcionários que recebi. É preciso sair do palanque e se preparar para enfrentar os desafios”, afirmou Morais.

MaisPB