05 de dezembro de 2016 - 17:38

última hora
30/11/2016 às 14h35 • atualizado em 30/11/2016 às 16h50

Paraibano faz campanha para finalizar filme com financiamento coletivo

filme

Em meio a condições extremas quase apocalípticas que se desenvolve o enredo do filme Ultravioleta. Curta-metragem de ficção, foi idealizado pelo roteirista José Dhiones Nunes e conta a história de uma família que luta pela sobrevivência causada pela falta de água, na região do cariri paraibano. Após captar as imagens na cidade do Congo-PB, o diretor resolveu agora lançar uma campanha no Catarse a fim de arrecadar recursos financeiros para finalização do filme. Para divulgar o filme, Dhiones estará na cidade de Sousa, nesta quinta-feira (01), e, em Campina Grande, no Comunicurtas, dias 02 e 03 de dezembro.

O ano é 2100. A ficção trata de um mundo apocalíptico ocasionado pela degradação dos recursos naturais do planeta que, em meio ao superaquecimento devido aos raios ultravioletas mortais, constroem a narrativa. O ambiente subterrâneo vivido pelos personagens que ainda resistem, se configura como refúgio, mas também como uma prisão. Vale ressaltar que fotografia do filme retrata uma luz atmosférica muito dura que retrata os sentimentos do personagem de forma quase representativa.

Sem aporte financeiro de grandes produtoras, poder público ou grandes empresas, além de comprometidos em realizar filmes, o grupo encontra no financiamento colaborativo perspectivas para finalizar o filme e lançá-lo em grandes festivais de cinema na Paraíba, como também, em festivais de repercussão nacional viabilizando, assim, a produção cinematográfica do estado.

José Dhiones, idealizador do roteiro e diretor do filme, ressalta a importância de fomentar o cinema paraibano e pede ajuda público finalizar o filme – “Tenho referências dos cineastas Torquato Joel e Marcus Vilar na minha formação. Pesquisei muito a respeito das consequências de degradação do planeta causados pelos homens e li dados e prognósticos de como possivelmente estará o planeta daqui em diante. Agora preciso desse financiamento para finalizar o filme e mostrar que um mundo novo é possível”

O roteiro do curta-metragem, desenvolvido no I JABRE (Laboratório de Roteiros Para Jovens Roteiristas), na cidade do Congo-PB, se relaciona com o semiárido nordestino. Uma região marcada constantemente pela degradação, desertificação e avanço dos raios ultravioletas.

Sobre a Campanha
A campanha está disponível no Catarse, site especializado em campanhas de financiamento coletivo, e permanecerá até o dia 17 de janeiro, quando precisa completar a arrecadação de 10 mil reais para realização do projeto. O recurso vai ser utilizado para custear os gastos que envolvem a realização do filme, em especial edição, finalização e lançamento do filme.

Quaisquer pessoas, acima de 18 anos, podem colaborar com o projeto acessando o site www.catarse.me e receberão, dependendo da quantia doada, desde cd de bandas autorais aqui do estado como também participação em workshop e consultorias para desenvolvimento de outros roteiros.

Sobre o Diretor
Natural do município de Congo/PB, é Formado em Pedagogia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Tem pós-graduação em Psicopedagogia e Supervisão Escolar pela UCAM. Atualmente encontra-se cursando Ciências Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG/CDSA). É presidente da Associação Cultural do Congo e Diretor do “Cine Congo” Festival de Cinema do Congo. Produziu em 2006 o primeiro longa-metragem intitulado “Palavras de um menino em busca de um sonho”; Em 2007, através do Projeto de ViAção Paraíba de interiorização do cinema, do cineasta Torquato Joel, produziu o curta  “Fubo é bom”; Com “Dito”, micro metragem ficcional, circulou em vários festivais pelo Brasil e ganhou como melhor vídeo minuto no FestAruanda/PB de 2011;

Atualmente, coordena oficina de introdução audiovisual e animação para crianças e adolescentes no município do Congo e cidades circunvizinhas. É produtor local do JABRE – Laboratório Paraibano para Jovens Roteiristas.

Ficha Técnica do Filme
Direção de Produção DIEGO LIMA
Assistente de Direção VIRGÍNIA GUALBERTO
Direção de Fotografia/Montagem/Finalização e Color DIEGO BENEVIDES
Assistente de Fotografia LUÍS BARBOSA
Produção de Locação ALLISSON FARIAS
Arte e Figurino ROMERO SOUSA
Assistente de Arte/Cenografia ELVIS FERRIER
Produtor de Set RAUL PLUMA
Som Direto/Edição e Mixagem BRUNO ALVES
Cartaz ALESSANDRO POTTER
Assessoria de Imprensa: GREGÓRIO MEDEIROS

MaisPB