João Pessoa, 28 de março de 2017 | 23ºC / 29ºC 05:53 0.9 | 12:04 1.9 | 18:36 0.8 $ Dólar R$ 3,08 - € Euro R$ 3,34

ÚltimaHora
congresso nacional

Benjamin considera que criminalização do caixa dois é avanço

Comentários:
30/11/2016 às 14h21 • atualizado em 30/11/2016 às 16h50
A- A+

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) votou favorável ao projeto de lei (PL 4850/16) composto com medidas contra a corrupção durante sessão realizada na madrugada desta quarta-feira (30). A propositura, que foi aprovada por 450 votos a um, prevê a tipificação do crime eleitoral de caixa dois.

O parlamentar destacou a importância da criminalização do caixa dois que pode render reclusão de dois a cinco anos, além de multa. Se os recursos forem provenientes de fontes vedadas pela legislação eleitoral ou partidária, a pena é aumentada de um terço. “Votei a favor da criminalização do caixa dois, pois acredito que não podemos mais admitir esse tipo de prática”, disse, acrescentando que votou contrário a qualquer anistia.

Benjamin criticou, no entanto, a tramitação da matéria na Casa e a pressa para votar o projeto. “Deveríamos ter ampliado mais essa discussão. Acabamos deixando de fora pontos importantes que poderiam ser incluídos no projeto pela falta de um amadurecimento através das discussões entre deputados, sociedade e entidades”, comentou.

Juízes e promotores – A principal mudança feita pelos deputados ocorreu por meio de emenda que prevê casos de responsabilização de juízes e de membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade. Entre os motivos listados está a atuação com motivação político-partidária.

MaisPB

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

  • Memorial na Ponte de Westminster
  • Gilberto Gil e Raimundo Asfora, em Campina Grande
  • Pôr do sol em Marizópolis

Pôr do sol em Marizópolis

Enviado por
Ivan Alves

mais lidas