11 de dezembro de 2016 - 01:11

última hora
30/11/2016 às 12h01 • atualizado em 30/11/2016 às 14h00

Tovar acusa Adriano Galdino de ter capangas e causa revolta na ALPB

adriano-galdino-e-tovar

Os deputados Adriano Galdino (PSB) e Tovar Correia Lima (PSDB) se envolveram em um bate boca, na manhã desta quarta-feira (30), durante sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba, que discutia o desmembramento de secretarias do governo do Estado.

O entrevero teve início após o deputado Tovar Correia Lima chamar os assessores da mesa diretora de capangas do presidente, pois segundo ele, Galdino só interpreta o regimento da Casa ao seu modo. “Vossa Excelência pode ser um ótimo presidente, mas é um péssimo professor porque só interpreta o regimento da Casa ao seu modo. Fica reproduzindo o que cinco capangas fica lhe dizendo”, alfinetou.

Adriano Galdino reagiu à provocação do tucano e pediu respeito aos servidores da Assembleia, cassando-lhe a palavra em seguida. “Aprenda respeitar o regimento, a mesa da Casa conta com  um assessoria brilhante. Respeite os funcionários dessa Casa”, rebateu.

Em seguida, com os ânimos mais calmos, Tovar usou da palavra e esclareceu que capanga, segundo o dicionário, quer dizer “homem de confiança”. Galdino lembrou que o termo tem conotação diferente da defendida pelo tucano.

O líder do governo na Assembleia, deputado Hervázio Bezerra, pediu calma a Tovar, dizendo que ele deveria controlar os impulsos e a língua. Segundo Hervázio, o tucano é recorrente em agredir os colegas, e agora partiu para agressão contra funcionários concursados. “Aprenda a controlar seus impulsos e sua língua”, disparou.

MaisPB