10 de dezembro de 2016 - 15:25

última hora
29/11/2016 às 16h22

Jogadores da Argentina reclamaram de avião do acidente da Chapecoense

LANCENET LANCENET

A aeronave em que estavam os jogadores da Chapecoense foi usada pela seleção argentina em duas viagens neste ano antes de partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. E por causa dela, aos jogadores pediram para não jogar mais no interior do país. Apenas em Buenos Aires.

O Avro RJ-85, fabricado pela British Aerospace, matrícula CP2933, que caiu nos arredores de Medellín, matando 76 pessoas, havia desagradado atletas e comissão técnica da Argentina nas viagens para Belo Horizonte e San Juan, onde a equipe enfrentou Brasil e Colômbia, respectivamente.

Um funcionário da AFA (Associação de Futebol Argentino) disse ao LANCE! que os jogadores reclamaram muito dos dois voos e das condições da aeronave. Mascherano e Messi passaram mal por causa das turbulências. O camisa 10 teve fortes enjoos.

A partida contra o Chile, em 23 de março, está marcada para La Bombonera, na capital, mas a AFA queria levar o confronto contra a Venezuela para o interior, assim como amistosos. Os jogadores solicitaram ao técnico Edgardo Bauza e aos dirigentes que os jogos sejam em Buenos Aires.

– Foram voos muito ruins e alguns atletas ficaram assustados. Aeroportos do interior da Argentina só suportam aeronaves menores. O grupo de jogadores pediu para evitar isso – disse o funcionário da Associação.

Os principais clubes argentinos se solidarizaram com a Chapecoense pela tragédia. O Racing ofereceu dois jogadores por empréstimo a serem definidos no início de 2017.

“Meus mais sinceros pêsames a todas as famílias, amigos e torcedores da Chapecoense #FuerzaChape”, escreveu Messi em sua conta no Facebook.

MaisPB com Terra