09 de dezembro de 2016 - 02:48

última hora
29/11/2016 às 08h45 • atualizado em 29/11/2016 às 08h52

PT convoca sociedade para lutar contra “Anistia ao Caixa 2”

pt5967

Na noite desta segunda-feira, 28, a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores da Paraíba esteve reunida para avaliação da conjuntura estadual e nacional e como resultado foi aprovada uma Resolução que trata de diversos temas, entre eles, a tentativa de aprovação da “Anistia ao Caixa 2” que acontece no Congresso Nacional.

De acordo com a Resolução, o PT da Paraíba “conclama parlamentares, dirigentes, filiados, simpatizantes e a sociedade em geral, a reagir a toda e qualquer manobra de anistia à prática de Caixa 2 debatida no Congresso Nacional”, além de pedirem ao Diretório Nacional punição rigorosa aos “parlamentares que, por ventura, venham defender publicamente ou votar favorável a anistia ao Caixa 2”.

A Executiva do PT da Paraíba também registrou, no mesmo documento, o apoio a decisão dos governadores do Nordeste em não aceitarem a imposição do Ministério da Fazenda sobre a liberação das multas da repatriação somente após implantação das PECs estaduais que congelem gastos com saúde e educação.

Finalizando, a Resolução traz a informação de que na segunda quinzena de janeiro de 2017 acontecerá uma reunião do Diretório Estadual ampliada e nela estarão presentes os nomes eleitos pelo partido nas eleições de 2016 (prefeito, vice-prefeitos e vereadores).

Leia a Resolução na íntegra:

RESOLUÇÃO

 

A Executiva Estadual do PT da Paraíba, reunida em 28 de novembro de 2016, avaliando os últimos acontecimentos da conjuntura estadual e nacional, resolve:

 

1. Conclamar parlamentares, dirigentes, filiados, simpatizantes e a sociedade em geral, a reagir a toda e qualquer manobra de anistia à prática de Caixa 2 debatida no Congresso Nacional;

 

2.  Referendar a “Nota de compromisso da Liderança do PT” na Câmara Federal de “não apresentar proposta de anistia à prática de Caixa 2 quer seja eleitoral, política ou empresarial, nem assinar qualquer emenda com este conteúdo”;

 

3.    Conclamar a Direção Nacional do nosso partido a punir rigorosamente os parlamentares que porventura venham defender publicamente ou votar favorável a anistia ao Caixa 2;

 

4.   Defender dentro do Estado Democrático de Direito, punição sem exceção, aos atos de corrupção político-eleitoral no Brasil;

 

5.  Fortalecer as mobilizações da Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, CUT, CTB, MST e movimentos estudantis em lutas de ocupações, no combate ao retorno do projeto neoliberal, o qual propõe a privatização de estatais estratégicas do país, bem como a extinção e redução de direitos sociais expressos na PEC 241/55/2016;

 

6.  Orientar que os Diretórios Municipais e Comissões Provisórias realizem plenárias para debater a atual conjuntura, apontando avaliações permanentes, com prefeito, vice-prefeitos, vereadores, dirigentes, filiados e simpatizantes;

 

7.  Apoiar a decisão dos governadores do Nordeste, de resistência à chantagem do Ministério da Fazenda, que impôs para liberação das multas da repatriação à aprovação de PECs estaduais que congelem gastos com saúde e educação;

 

8.  Por fim, convocar para a segunda quinzena de janeiro, reunião do Diretório Estadual ampliada, com prefeito, vice-prefeitos e vereadores, para atualizar a conjuntura e definir a agenda política para o próximo período.

 

João Pessoa, 28 de novembro de 2016.

 

EXECUTIVA ESTADUAL DO PT PB