10 de dezembro de 2016 - 15:26

última hora
28/11/2016 às 16h15

PM define esquema de segurança para reaplicação das provas do Enem

A Polícia Militar vai reforçar a segurança nas cinco cidades onde serão reaplicadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, com um efetivo de 80 policiais militares e 15 viaturas para a escolta das provas, gabaritos e a segurança nos locais onde o exame será realizado. A operação começa na próxima sexta-feira (2) e vai até a segunda (5). No total, são 12 locais de provas, nos municípios de Areia, Bananeiras, Cabedelo, Esperança e Sumé, com 3.980 candidatos inscritos.

O coordenador adjunto de planejamento da Polícia Militar, capitão Onierbeth Elias, disse que será utilizado o mesmo esquema de segurança empregado na aplicação das provas no começo de novembro. “Essa reaplicação já é feita todos os anos pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) com candidatos por diversos motivos, mas sempre com uma quantidade menor de participantes, diferente deste ano, que tem quase 4 mil candidatos por causa das ocupações nos locais das provas que aconteceram nos dias 5 e 6 de novembro”, comentou.

A PM terá dois Centros de Comando e Controle nas cidades de João Pessoa e Campina Grande, que acompanharão em tempo real todas as atividades da operação: escolta das provas, policiamento nos locais de realização do exame e o registro de possíveis ocorrências para garantir respostas rápidas.

Operação Enem – No começo de novembro, a Polícia Militar realizou a operação Enem com um reforço de 1.400 policiais militares e 300 viaturas para segurança da aplicação das provas. A operação terminou sem registro de ocorrências de destaque, com nove chamados para perturbação de sossego (som alto), dois para averiguação de suspeitos perto das escolas, um por furto de veículo e um por tentativa de fraude.