10 de dezembro de 2016 - 15:30

última hora
25/11/2016 às 14h31

Prédio mais alto de San Francisco está afundando vários centímetros ao ano

millenium

A Millenium Tower, o arranha-céu mais alto da cidade de San Francisco, está “afundando vários centímetros ao ano”, segundo confirmou nesta sexta-feira (25) a Agência Espacial Europeia (ESA) após analisar imagens de seu satélite artificial Sentinel-1.

Segundo estudos realizados pelo programa Copérnico, a famosa torre, finalizada em 2009 e de quase 200 metros de altura, “mostrou sinais de afundamento e inclinação” que podem ocorrer porque os pilares de sustentação “não descansam firmemente sobre a base”.

Os estudos da cidade americana são utilizados para ajudar cientistas a melhorarem a análise dos movimentos de solo em zonas urbanas da Europa, “particularmente em zonas ativas de afundamento”.

A ESA cita como exemplo as regiões mais antigas próximas à estação de trem de Oslo, na Noruega, que, segundo estudos da agência, “experimenta um afundamento severo”, em comparação com os novos edifícios que contam com uma “base apropriada”.

A meta da agência espacial é criar “um serviço de vigilância de deformação de terra em escala nacional ou inclusive continental”, usando como ponto de partida “os estudos específicos de San Francisco e Oslo”.

“O Sentinel-1 será uma plataforma altamente versátil e confiável para programas de vigilância de deformação (de solo) na Noruega e no mundo todo”, explicou John Dehls, do centro Estudo Geológico da Noruega.

Para detectar mudanças de “milímetros” na superfície, os cientistas combinam “múltiplas imagens” de radar do Sentinel-1, um satélite do programa Copérnico de vigilância ambiental também utilizado na análise da região do Ártico, do ambiente marinho, terrestre e florestal no mundo todo.

G1