04 de dezembro de 2016 - 23:18

última hora
21/11/2016 às 19h58

Polícia fecha empresa clandestina de cosméticos

pc

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes Contra Ordem Tributária (DCCOT) de João Pessoa, em operação conjunta com a Receita Estadual e Vigilância Sanitária, deflagrou uma operação, na manhã desta segunda-feira (21), e fechou uma empresa clandestina de cosméticos que funcionava no bairro Treze de Maio, na Capital. Na ação, foi preso em flagrante um funcionário da empresa, Ozéias Ramalho Pereira Vasconcelos, de 40 anos.

Durante a operação foram encontrados: embalagens sem identificação, rótulos e produtos usados na fabricação dos cosméticos.  A empresa, que operava com o nome de fantasia ‘Magic Blow’, atuava no Estado sem Inscrição Estadual (CNPJ) e licença sanitária.  Os produtos eram distribuídos para todo o Brasil e a fabricação era feita em uma área improvisada.

A polícia chegou até o local quando estava investigando uma informação anônima repassada para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria Estadual da Segurança e da Defesa Social (Seds). Durante as buscas na empresa, apenas um funcionário foi encontrado. O preso prestou depoimento na sede da DCCOT e está na carceragem da Central de Polícia Civil no bairro do Geisel aguardando a audiência de custódia, para receber os direcionamentos da Justiça.

O material apreendido na fábrica clandestina de cosméticos foi encaminhado para a Vigilância Sanitária  para ser analisado e observadas as composições e se elas oferecem risco para a saúde dos consumidores. Já os documentos encontrados no estabelecimento foram levados para a Receita Federal.

MaisPB