04 de dezembro de 2016 - 23:20

última hora
21/11/2016 às 19h39 • atualizado em 22/11/2016 às 11h26

Cláudio Lima garante novos desdobramentos com prisão de suspeitos

suspeitos

O secretário de Segurança e Defesa Social, Claudio Lima, prometeu, nesta segunda-feira (21), novos desdobramentos no  caso Vivianny Crisley com a  prisão dos outros dois acusados da morte da vendedora.

Em entrevista ao programa 60 Minutos, apresentado pelos jornalistas Heron  Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM, Claúdio Lima disse que a prisão de Jobson Barbosa da Silva Junior e Fagner das Chagas Silva (Bebé), no morro do Acari, no Rio de Janeiro na manhã de hoje vai trazer outros elementos para as investigações.

Clique abaixo e escute áudio

O outro acusado de participar do crime, Alex Aurélio Tomás dos Santos, foi preso em Campina Grande no dia 04 deste mês e apresentado na Central de Polícia de João Pessoa no dia 11.

O Caso

Vivianny Crisley, de 29 anos, desapareceu na noite do dia 20 de outubro, depois de sair de um bar na Zona Sul da Capital. As imagens do circuito de câmeras de segurança mostraram que ela saiu do estabelecimento acompanhada de um grupo de pessoas e que depois disso não teria sido mais vista pela família. O celular de Vivianny foi encontrado na feira livre da cidade Bayeux.

No dia 05 deste mês, a polícia civil encontrou o corpo da jovem, entre as cidades de Santa Rita e Bayeux. O corpo estava em estado de ‘esqueletização’, queimado e com a cabeça e membros separados do corpo.

 

Roberto Targino – MaisPB