06 de dezembro de 2016 - 12:59

última hora
21/11/2016 às 11h09

Justiça autoriza quebra de sigilo dos autores de ofensas contra filha de Gagliasso

gagliasso3333343

A delegada Daniela Terra, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), informou nesta segunda-feira que a Justiça deferiu o pedido de quebra de sigilo para identificar os responsáveis pelas ofensas, de cunho racistas, à filha do cantor Bruno Gagliasso. Na quarta-feira, após receber duas mensagens preconceituosas pelas redes sociais da mulher Giovanna Ewbank, o ator registrou ocorrência na delegacia.

“Estamos apenas aguardando a resposta de administradores do Facebook e Instagram para seguirmos com a investigação”, disse a delegada ao EXTRA.

 “Racismo se combate com amor e Justiça. E é por isso que eu estou aqui, para ir atrás de quem fez. Eu tenho cem por cento de certeza que a polícia vai achar, e que eles vão pagar pelo que fizeram”, declarou, completando: “Esse não foi o primeiro, mas espero que seja o último. Quem fez isso vai ter que pagar. Isso é muito sério, isso é crime. Quem fez tem que pagar. Os responsáveis têm que ser punidos”.

O ator disse ainda que espera que sua denúncia sirva de exemplo para todos.

“É uma situação chata. Como ser humano e pai, eu fico muito triste. É por isso que eu estou aqui cobrando justiça, para que as pessoas possam aprender. Que isso sirva de exemplo para o mundo. Se eu posso fazer alguma coisa, eu vou fazer. O mais importante é que achem e prendam, se tiver que prender. Minha filha ainda não entende o que aconteceu, é muito pequena ainda, mas mais tarde ela vai entender, e é por isso que eu estou aqui”.

Extra