João Pessoa, 23 de abril de 2017 | --ºC / --ºC 01:54 - 2.2 | 07:58 - 0.4 | 14:09 - 2.3 | 20:21 - 0.3 $ Dólar 3,15 - € Euro 3,37

ÚltimaHora
denúncia

Gravações mostram que Garotinho já tinha contato com ministra do TSE

Comentários:
21/11/2016 às 08h29
A- A+

Em conversas telefônicas entre o ex-governador Anthony Garotinho e seus advogados, ele orienta seus defensores a procurarem a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com quem já teria contato. Garotinho afirma que ela “está bem consciente dos fatos todos”.

Na sexta-feira (18), a ministra determinou, em liminar, que Garotinho deixasse o hospital penitenciário e permitiu que ele buscasse tratamento em hospital particular. O ex-governador poderá, ainda, recuperar-se em casa, em prisão domiciliar, depois que receber alta.

O juiz da 100ª Vara Eleitoral, de Campos dos Goytacazes, Glaucenir de Oliveira, havia determinado que Garotinho aguardasse a realização de exames no hospital penitenciário.

As gravações foram obtidas pelo programa Fantástico, da Rede Globo. Na primeira ligação, em 25 de outubro, Garotinho fala com o advogado Jonas Lopes de Carvalho Neto, antes de julgamento de habeas corpus preventivo, e afirma que tem contato com a ministra, mas não seria conveniente que ele próprio procurasse por ela.

Dois dias depois, o ex-governador conversa com Fernando Fernandes, outro advogado que atua em sua defesa. “Como a gente teve oportunidade de explanar tudo, ela ficou bastante impressionada”, afirma Garotinho. “Ela está bem consciente dos fatos todos.” Em nota, o TSE afirmou todos os ministros tem “idoneidade moral” e que as decisões da corte refletem “profundo embasamento teórico”.

Bol

Leia Também